A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

18/01/2016 12:16

Guarda prorroga prazo para inscrição em curso de capacitação de agentes

Michel Faustino

A Guarda Civil Municipal prorrogou o período de inscrição para o processo de seleção para o curso de patrulheiro, que irá capacitar, inicialmente, 180 agentes que estarão aptos para participar do novo processo de armamento. Conforme publicação no Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande) desta segunda-feira (18), os interressados terão até o dia 1º de fevereiro para efetuar a inscrição.

Inicialmente, o período de inscrição previsto terminaria na última sexta-feira, 15 de janeiro, mas por determinação da Secretaria Municipal de Segurança Pública foi prorrogado. Conforme o decreto, os interressados podem fazer a inscrição entre às 08h e 11h e 13h e às 17h na divisão de ensino e desenvolvimento da Guarda Civil Municipal, situada na Rua Arquiteto Vilanova Artigas, s/nº, no Bairro Aero Rancho. O decreto destina 20% das vagas para o sexo feminino e 80% para o sexo masculino.

Capacitação - Os agentes capacitados no curso de patrulheiro devem executar o patrulhamento ostensivo e preventivo em todas as modalidades, auxiliar na instrução de serviço exercido pela guarnição nas operações, entre outras atribuições.

Em um segundo momento, estes agentes deveram ingressar em um novo processo de capacitação para receberem armamento. Os guardas vão receber revólveres calibre 38, que foram doados pela Polícia Militar. Para a compra da munição a prefeitura deverá fazer licitação.

Em novembro do ano passado, o secretário municipal de Segurança Luidson Noleto havia adiantado que, além de passar pela seleção, os guardas municipais vão ter dois módulos no curso, o primeiro, com 120 horas, para a formação em atividades profissionais em sala de aula, incluindo o cuidado com a estrutura física e psicológica. No segundo módulo serão mais 80 horas para preparação de tiro a manuseio da arma de fogo.

Na época, o secretário destacou que a seleção será impessoal e vai convidar o Ministério Público para acompanhar todo o processo. “Não vamos prepará-los apenas para portar uma arma, mas para atender com qualidade nas atividades de rua”, comentou Noleto.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions