A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 17 de Janeiro de 2018

05/01/2016 11:09

Guarda terá 24 horas para cumprir medidas de suspensão de servidores

Mayara Bueno
Resolução foi publicada no Diogrande desta terça-feira (5). (Foto Arquivo)Resolução foi publicada no Diogrande desta terça-feira (5). (Foto Arquivo)

A Guarda Municipal terá 24 horas para cumprir possíveis penalidades em seus quadros, como suspensão, em caso de processo de sindicância administrativa. A medida consta em resolução da Prefeitura de Campo Grande publicada no Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande) desta terça-feira (5).

De acordo com o documento, fica estabelecido prazo de 24 horas, a contar da publicação oficial, para o início do cumprimento da suspensão, se for o caso. A justificativa é estabelecer meios "para maior aplicabilidade dos trabalhos desenvolvidos no âmbito da Corregedoria da Secretaria Municipal de Segurança Pública".

O chefe da base administrativa da região em que o guarda municipal punido estiver lotado terá que dar conhecimento ao servidor da publicação da suspensão, conforme prevê a resolução. Deve também orientar quanto a data que se inicia a penalidade.

Já o setor de recursos humanos da Secretaria Municipal de Segurança Pública, detalha o documento, ficará responsável pela implantação da punição e providenciará o relatório com o envio da documentação referente ao processo.

Demissão - Em dezembro passado, a Prefeitura de Campo Grande demitiu o guarda municipal Robson de Souza Cordeiro, 31 anos. Ele foi preso em 2010 ao ser flagrado com 104,92 kg de maconha.A demissão do guarda foi publicada no Diário Oficial do Município de 17 de dezembro. Segundo consta, Robson pertencia a "Classe A", do Quadro Permanente de Pessoal da Prefeitura Municipal de Campo Grande, e estava lotado na Secretaria Municipal de Segurança Pública.

Entre os motivos para a demissão está o descumprimento da lealdade com a administração pública, improbidade administrativa, manter conduta incompatível, valer-se do cargo para proveito pessoal e premeditação, reincidência e cometimento de ato ilícito.

Outro caso recente envolvendo guardas municipais envolveu um servidor que foi preso em flagrante em 27 de dezembro, acusado de furtar doces e balas de um estabelecimento instalado na Cidade do Natal, Altos da Avenida Afonso Pena, em Campo Grande.

Guarda Municipal é flagrado furtando doces na Cidade do Natal e vai preso
Agente da Guarda Civil Municipal, identificado como Sidnei Teodoro Rosa, foi preso em flagrante na manhã de hoje (27) acusado de furtar doces e balas...
Guarda municipal preso por tráfico de drogas é demitido
O guarda municipal Robson de Souza Cordeiro, 31 anos, foi demitido pela Prefeitura nesta quinta-feira (17), por irregularidades funcionais. Ele foi p...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions