A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 23 de Setembro de 2018

02/05/2018 11:28

Homem é preso por deixar "irmãos de igreja" estuprarem filha de 11 anos

Ele relatou à polícia que havia recebido R$ 200 para deixar a filha na casa dos autores. O dinheiro, alegou seria usado para comprar mistura

Viviane Oliveira e Bruna Kaspary
Caso será investigado pela Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (Foto: arquivo/Paulo Francis) Caso será investigado pela Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (Foto: arquivo/Paulo Francis)

Três homens de 40, 56 e 58 anos foram presos pelo estupro de uma menina de 11 anos. A prisão deles aconteceu por volta do meio-dia de ontem (1º), no Bairro Parque do Lageado, região sul de Campo Grande. Um dos suspeitos é o pai da menina. Ele relatou à polícia que havia recebido R$ 200 para deixar a filha na casa dos autores. O dinheiro seria usado para comprar “mistura”.

A Polícia Militar foi acionada por moradores para atender um caso de suspeita de estupro, pois na casa havia uma criança com dois homens. Ao chegar ao local, a equipe encontrou o imóvel fechado e escutou os gritos da vítima pedindo por socorro.

Um dos policiais, então, pulou o muro e arrombou a porta da sala e encontrou a menina sendo violentada. O autor de 58 anos vestia apenas uma calça jeans com o ziper aberto. A criança correu assustada em direção ao militares e relatou os abusos.

Revoltados com a situação, cerca de 70 moradores se aglomeraram com paus, pedras e tentaram linchar o estuprador o chamando de Jack (gíria usada para se referirem aos estupradores). O suspeito chegou a ser agredido pelo grupo. Para dispersá-los, a PM chegou a disparar quatro tiros para cima e acionou reforço policial.

Depois da confusão, a menina conseguiu contar que na casa havia mais uma pessoa e que seria o irmão da igreja. O suspeito havia fugido quando percebeu a presença da polícia no local. Na sequência, ele foi localizado e preso. Desde o dia 30, segundo testemunhas, a menina estava na casa dos autores.

O pai da criança foi localizado trabalhando na reforma de uma casa que pertence a um dos autores. Ele revelou que havia recebido R$ 200 para deixar a menina frequentar à casa deles. Por diversas vezes, os moradores tentaram agredir os suspeitos e a polícia teve que disparar tiros de borracha para evitar uma tragédia.

Os três foram presos em flagrante e levado para a Deam ( (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher), mas o caso será investigado pela Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente).

Homem é preso em flagrante pelo estupro de adolescente de 12 anos
Um homem, de 28 anos, foi preso em flagrante pelo estupro de uma adolescente de 12, esta manhã (23) em Rio Brilhante, cidade a 163 quilômetros de Cam...
Manifesto vai discutir por meio da arte a contracultura do estupro
No estado com a maior taxa percentual de estupro do país, falar sobre as práticas que fomentam essa cultura de violência é também uma questão de prev...
Monitorado pela polícia, idoso é preso em flagrante por estupro de menina
Idoso de 68 anos - que não teve a identidade divulgada pela polícia - foi preso em flagrante por estuprar uma menina de 10 anos em Maracaju – a 160 q...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions