A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

26/06/2015 09:28

Homem encontrado morto foi vítima de execução, suspeita polícia

Filipe Prado
Local onde o corpo foi encontrado na manhã de hoje (Foto: Marcos Ermínio)Local onde o corpo foi encontrado na manhã de hoje (Foto: Marcos Ermínio)

O homem, que foi encontrado morto em um matagal às margens da Rua Padre Julião Urtiga, no Bairro Monte Alegre, na manhã desta sexta-feira (26), pode ter sido vítima de execução. Esta é a principal linha de investigação da Polícia Civil.

De acordo com a assessoria de comunicação da Polícia Civil, a perícia técnica verificou que o corpo possui uma perfuração por arma de fogo no rosto, próximo ao olho esquerdo, levantando a hipótese de execução.

O homem, que tem entre 25 e 30 anos, é branco, cerca de 1,80 metros e 85 quilos, não possui tatuagens ou sinais pelo corpo. Ele não portava nenhum documento de identificação.

O caso foi registrado na DEPAC (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Bairro Piratininga.

De acordo com a Sejusp (Secretaria do Estado de Justiça e Segurança Pública), de janeiro até agora, foram registrados 52 homicídios dolosos, quando há intenção de matar, somente em Campo Grande. Em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram 65 assassinatos, teve queda de 20%.

No entanto, neste mês já foram sete homicídios na Capital, o que representa aumento de 75% em relação ao mesmo período de junho do ano passado, que teve quatro mortes violentas.

Durante todo o ano passado, foram 144 homicídios dolososo no Estado.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions