A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

04/04/2012 19:51

Homem morto no Santo Eugênio havia cumprido 10 anos de prisão

Nyelder Rodrigues e Viviane Oliveira

Ele também acumulava passagens por porte de droga para consumo, violência doméstica e vias de fato

A vítima levou um tiro na cabeça, perdeu o controle do veículo e bateu em uma árvore. (Foto: Pedro Peralta)A vítima levou um tiro na cabeça, perdeu o controle do veículo e bateu em uma árvore. (Foto: Pedro Peralta)

O homem que foi morto ontem (3) com um tiro na cabeça enquanto conduzia um veículo modelo Escort, no bairro Santo Eugênio, em Campo Grande, já havia cumprido pena por homicídio doloso.

Alexandre Souza Lopes, de 39 anos, cumpriu pena de 10 anos em Chapadão do Sul e estava em liberdade, por alvará de soltura, há quatro anos. Ele também já havia sido detido em 1997, em Jardim.

Ele também acumulava passagens por porte de droga para consumo, violência doméstica e vias de fato.

Caso – Alexandre conduzia um Escort, de cor preta, pela rua Paraisópolis, quando dois homens em uma moto emparelharam com o carro e abriram fogo. Em seguida, o carro ficou desgovernado e bateu em uma árvore, morrendo no local.

No banco de passageiro estava a dona do Escort, Isabel Rodrigues Nunes, de 40 anos, que não sofreu ferimentos. À polícia, Isabel relatou que os dois voltavam da casa de uma amiga dela, na mesma rua, quando ouviu o disparo.

Mesmo sem ferimentos, a mulher precisou do atendimento do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), pois estava em estado de choque. O crime, caracterizado como execução, será investigado pela 4ª Delegacia de Polícia Civil.

Abstenção em concurso da Câmara Municipal da Capital passa dos 30%
O domingo (17) foi de provas para milhares de campo-grandenses, tanto na manhã como no período da tarde, no concurso da Câmara Municipal, que segundo...
Com forte dores, mulher reclama de falta de atendimento em UPA
Mesmo apresentando fortes dores e inchaço na região do estômago, sem conseguir comer a três dias, uma mulher que procurou atendimento na UPA (Unidade...


A notícia relata um fato e nos dá umas pitadas na vida social dos envolvidos (vítimas). Com base nisto podemos instigar o senso crítico e imaginar o que ocorre com a maioria dos casamentos desfeitos em que partes, geralmente culpadas, se envovlvem e os tipos que procuram.
 
Ezio José em 05/04/2012 12:37:42
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions