A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

07/02/2014 10:51

Homem que criou pânico ao incendiar carros é condenado a 6 anos de prisão

Aline dos Santos
Toyota Hilux foi incendiada em Campo Grande. (Foto: Simão Nogueira)Toyota Hilux foi incendiada em Campo Grande. (Foto: Simão Nogueira)

O andarilho Estevão de Oliveira Alves, que espalhou pânico em Campo Grande há um ano, quando incendiou sete veículos, foi condenado a seis anos e oito meses de reclusão. A sentença do juiz da 6ª Vara Criminal, Márcio Alexandre Wust, determina que o regime da pena seja no semiaberto. 

A condenação foi por atear fogo a um Gol, duas caminhonetes Toyota Hilux, uma caminhonete Chevrolet, dois caminhões tipo munk e uma picape Montana. Ele está preso desde 16 de março de 2013. À época, 19 veiculos foram danificados na Capital. 

Na ocasião, Estevão disse que incendiou os veículos para se vingar dos proprietários das lojas onde costumava dormir. Os comerciantes, por sua vez, relataram que o morador de ruas fazia as necessidades fisiológicas nas calçadas dos imóveis.

O temor foi tamanho que houve suspeita de que a onda incendiária tivesse ligação com facção criminosa. Na condenação, o magistrado aponta que o réu tinha plena consciência da ilicitude de seus atos e possui antecedentes criminais.

“Tais fatos demonstram que sua conduta social é reprovável, vez que o crime faz parte do seu modo de vida, fato este que evidencia ter personalidade propensa a prática criminosa, pois dotado de periculosidade e perseverante na pratica delituosa, e denota a insensibilidade moral do mesmo”, cita o juiz.

Brinquedos feitos por detentos são doados para crianças em escola
Parceria feita entre a a Semed (Secretaria Municipal de Educação) e a Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) garantiu ne...
Falta de pagamento faz prefeitura suspender hemogramas na rede pública
A falta de pagamento para um fornecedor de insumos fez com que a prefeitura de Campo Grande suspendesse a partir desta quarta-feira (13) a realização...


Semi aberto ....mas um pra aterrorizar a região, ow justiça, o pior que o v... saiu no lucro, comida, cama, e várias outras regalias q nós sabemos q esses presos do semi aberto tem, o duro que a juiz sabe de todas essas regalias... pra mim isso não e uma pena e sim uma colônia de férias!!!!!!!!
 
cris alves em 07/02/2014 15:47:01
Vixi, se este aí que é réu confesso demorou um ano pra sair a decisão, coitada da Giovana que foi agredida pelo namorado.
 
maximiliano rodrigo antonio nahas em 07/02/2014 12:54:21
isso pra ele não é nada, porque lá no presidio tem comida e onde dormir.
 
Thaynara Cassia em 07/02/2014 12:30:15
aa beleza é no semiaberto, aí a noite ele dorme no hotel e de dia tem tempo pra procurar mais carros pra queimar!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
 
idevaldo de jesus em 07/02/2014 12:14:15
A pena é de 6 anos de prisão? Como será pago os prejuízos aos donos dos veículos? Se a pena é de 6 anos, isso significa que o "ESTADO" garante que durante esta pena os danos serão pagos e o torna o fiador do criminoso! Se não for cumprida, as vítimas podem processar o "ESTADO" por danos materiais somado as correções monetárias sofrida durante a pena. O correto seria colocá-lo para trabalhar na cadeia até que o valor dos danos sejam pagos independente do tempo, que permaneça até pagar pelo crime! Com 6 anos de pena, a lei que foi feita para beneficiar o crime, o libera com no máximo 1 ano de cadeia(1/6 da pena) comendo, bebendo, tendo água, luz, moradia e médicos pagos por nos cidadãos de bem! Isso é justiça? Só no "brasil"? Tenho vergonha de ser brasileiro e digo isso a todos!
 
Alexandre de Souza em 07/02/2014 12:11:13
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions