A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

31/08/2012 19:29

Homem que matou esposa com 11 facadas é indiciado por homicídio doloso simples

Nyelder Rodrigues

Evandro José Barbosa Fernandes, de 34 anos, acusado pela morte de Zilca Fernandes Marques, de 46 anos, em Campo Grande, foi indiciado por homicídio doloso simples, sem qualificadoras.

O inquérito foi encerrado pelo delegado Márcio Custódio, da 3ª Delegacia de Polícia, no bairro Carandá, nesta sexta-feira (31). Evandro era casado com Zilca, e a matou com 11 facadas no último dia 22, no bairro Chácara dos Poderes.

Ele, que é usuário de drogas e estava sob efeito de pasta base, foi preso na tarde do dia 24, quando estava dentro de um veículo Corsa, na rua Santa Helena, Vila Jacy, próximo a casa da família.

O carro era dirigido pelo irmão. A polícia acredita que Evandro tentava fugir, já que foi encontrado agachado no banco de trás do veículo e objetos pessoais foram achados no porta-malas. Ele nega e diz que estava indo para tratamento no hospital Nosso Lar.

Concurso recebe inscrições para 83 vagas técnico-administrativas
Seguem abertas as inscrições para o concurso que oferece 83 vagas para técnico-administrativos em Educação na UFMS (Universidade Federal de Mato Gros...
Vice-governadora visita projeto em que detentos reformam escolas
O projeto "Pintando e Revitalizando a Educação com Liberdade", desenvolvido pelo Poder Judiciário estadual, foi conhecido e elogiado na sexta-feira (...
Crianças do Vespasiano Martins recebem Papai Noel e ganham presentes
As crianças do loteamento Vespasiano Martins, na periferia de Campo Grande, receberam a visita especial do Papai Noel neste sábado (16). Foram distri...


Concordo com vc Marcelo! De simples este homicídio não tem nada. Onze facadas é no mínimo motivo torpe, sem contar no motivo fútil, ou será que a vítima deu motivo para o autor desferir tais facadas? Só no Brasil mesmo para se ver estes tipos de coisas. Que Deus tenha pena de nós.
 
marcos da silva em 01/09/2012 10:16:13
Os motivos que levaram a autoridade policial a classificar tal delito como simples nao sabemos donde proveio se é de muita teoria ou algo escuso, mas concerteza a familia e a sociedade saberão que em pouco tempo o fascínora estará solto para voltar a delinquir e desta vez não será culpa do judiciário,mas sim de um delegado(a) de polícia civil.Espero que o Ministério público converta tal ato obtuso
 
marcelo fagundes em 31/08/2012 10:14:01
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions