A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

19/10/2014 10:16

Horário de Verão terá "agravante" das altas temperaturas este ano

Liana Feitosa
Irmãs Rayane, 20 anos, e Ruth Oliveira, 18, vendem água, suco e refrigerantes neste domingo. (Foto: Alcides Neto)Irmãs Rayane, 20 anos, e Ruth Oliveira, 18, vendem água, suco e refrigerantes neste domingo. (Foto: Alcides Neto)

Entra ano, sai ano, o Horário de Verão começa com gente chegando atrasada e sacrifício de trabalhador que já acordava cedo e agora tem de madrugar para ganhar a vida. Neste domingo (19), brasileiros de 10 estados vão passar novamente pela readaptação. 

Maria Eunice, de 55 anos, há 20 vive da venda dos salgados. Moradora do Bairro Parati, hoje ela acordou às 3h e logo teve a prova cabal de que o Verão vai ser quente. "Acordei na verdade às 2h do horário antigo. Dormi pouco e assim que levantei já coloquei a mão na massa para preparar salgados para vender hoje", conta.

Com os dias "mais longos", já que vão iniciar mais cedo para os trabalhadores, a sensação será de sol também por mais tempo no céu, o que deve piorar a rotina quente deste ano. Mas para Maria, o Horário de Verão não vai fazer muita diferença nesse aspecto. "Qualquer que seja o horário de acordar já vai estar calor. Então tomara que chova porque só a chuva mesmo para amenizar essa situação, para dar uma aliviada", afirma, ao lembrar da "ameaça" de chuva ontem no fim do dia. Na região onde ela mora, ventou forte, mas não caiu água do céu.

Já as irmãs Rayane, 20 anos, e Ruth Oliveira, 18, acham que haverá vantagem em relação às altas temperaturas. Elas aproveitam eventos e locais com aglomerações para vender água, sucos e refrigerantes. Às 5h30 já estavam em pé para oferecer seus produtos na frente da UCDB (Universidade Católica Dom Bosco). Por isso, para elas, quanto maior o calor, melhores as vendas.

Confusão - Como sempre, a mudança no horário também causou problema a participantes da prova do concurso público promovido pela SES (Secretaria de Estado de Saúde) que irá selecionar profissionais de saúde. Os portões da UCDB se fecharam às 8h e teve gente que acabou ficando de fora.

O candidato Evaldo Calheiro, 31 anos, perdeu horário e, às 8h13, tentou entrar, mas sem sucesso. Segundo ele, achou que estava chegando no local com uma hora de antecedência, mas não se deu conta da mudança no horário.

Depois de enfrentar 83 km do município de Dois Irmãos do Buriti até Campo Grande, 11 alunos também se confundiram com o novo horário e ficaram de fora do Desafio UCDB, prova oferecida pela universidade a vestibulandos que desejam conquistar bolsa de estudo na instituição.

"A viagem foi perdida, agora vamos ter que voltar para casa. Isso porque a gente achava que tínhamos saído cedo de lá, mas acho que confundimos o horário", conta Mateus Oliveira, de 17 anos, que tentaria bolsa para o curso de Engenharia.

Outro concurso - Às 14h, outra avaliação será realizada na mesma universidade. A prova é de concurso para a Hemorrede, promovido pela SAD (Secretaria de Estado de Administração).

Moradora do Bairro Parati, Maria Eunice acordou hoje às 3h para preparar salgados. (Foto: Alcides Neto)Moradora do Bairro Parati, Maria Eunice acordou hoje às 3h para preparar salgados. (Foto: Alcides Neto)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions