A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 25 de Setembro de 2017

08/08/2017 08:13

Idoso preso há 21 anos na Máxima morre após ser encontrado em estado grave

Rafael Ribeiro
Golpista de Aquidauana estava desde 1996 detido no local, de onde coordenou quadrilhas pelo celular (Foto: Arquivo)Golpista de Aquidauana estava desde 1996 detido no local, de onde coordenou quadrilhas pelo celular (Foto: Arquivo)

Um idoso de 60 anos que cumpria pena desde junho de 1996 no Presídio de Segurança Máxima de Campo Grande, no Jardim Noroeste (zona leste), foi encontrado morto dentro de sua cela na noite da última segunda-feira (7).

Sebastião Fay Moraes foi acusado de estelionato. Na época, ele criou fama na Capital pelos golpes que aplicava nos comerciantes da região central clonando cheques.

O longo período na cadeia se justifica pelo fato de Moraes ter sido flagrado ao menos três vezes nos últimos dez anos liderando pelo celular quadrilhas de roubo e furto de residências formada por comparsas de Aquidauana (a 135 km de Campo Grande), sua cidade natal.

A causa da morte de Moraes será investigada pelo Imol (Instituto Médico e Odontológico Legal). O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da região central como óbito a esclarecer.


Segundo esse registro, agentes penitenciários encontraram Moraes em estado grave de saúde por volta das 20h30 e acionaram uma ambulância para socorrê-lo até a Unidade de Pronto Atendimento Tiradentes, onde já chegou sem vida.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions