A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

13/05/2014 09:02

Imagens de banco ao lado do Exército não ajudam a identificar assaltantes

Graziela Rezende
Militares reforçaram a segurança após o roubo ontem (Foto: Marcelo Victor/Arquivo)Militares reforçaram a segurança após o roubo ontem (Foto: Marcelo Victor/Arquivo)

As imagens cedidas pela agência do Banco do Brasil, localizada no CMO (Comando Militar do Oeste), em Campo Grande, não vão ajudar a identificar os autores da tentativa de assalto ocorrida em frente ao local, no início da tarde de ontem (12). Segundo o delegado Fabio Peró, responsável pelas investigações, são imagens distantes, sem nitidez e que não identificam nem o modelo da moto utilizada pelos autores.

“Estamos fazendo buscas neste momento, para a identificação mais rápida possível. Temos outros locais próximos, além dos sensores de velocidade na avenida”, afirma o delegado. Ele ainda obteve informações da Tropa de Choque, que realizou uma perseguição logo após o crime, mas que não resultou em prisões.

“Eles saíram em direção a avenida Lúdio Martins Coelho, para achar uma moto Falcon de aro laranja. Este veículo inclusive foi roubado em Campo Grande na semana passada. Porém as imagens não mostram o aro laranja e então não podemos fazer essa ligação com o crime”, explica o delegado.

Já o titular da Derf (Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos), Fabiano Nagata, ressalta que estes são bandidos “mais especializados”. “Eles se diferenciam das ocorrências que estamos atendendo recentemente, principalmente porque sabiam do valor existente no malote, além de perseguir o autor até a entrada do banco”, comenta o delegado.

Crime – Por volta das 13h, o comerciante chegava no estacionamento do banco, quando constatou que estava sendo perseguido pela dupla em uma moto. Ele correu em direção ao banco, inclusive “se jogando” para dentro da agência, em posse de um malote com R$ 50 mil. Neste momento, ao tentar ajudar a vítima, um homem foi baleado de raspão na perna.

Ele foi alvo de disparo de uma pistola 9mm. Os dois assaltantes fugiram em direção a avenida Lúdio Martins Coelho.



O que não ajudou mesmo foi o banco ser quase que dentro do exercito e mesmo assim os criminosos terem fugido, o pessoal do exercito devia estar dormindo...
 
maximiliano rodrigo antonio nahas em 13/05/2014 16:28:25
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions