A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 25 de Abril de 2019

17/01/2019 18:00

Imasul diz que tentará neste ano reativar espaços do Parque das Nações Indígenas

Espaços públicos sem utilização foram tomados por pichações. Instituto afirma que poderão ser reativados em 2019

Gabriel Neris
Espaço para lanchonetes no Parque das Nações Indígenas está sem utilização (Foto: Henrique Kawaminami)Espaço para lanchonetes no Parque das Nações Indígenas está sem utilização (Foto: Henrique Kawaminami)

O Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul) informou que tentará ocupar ainda no primeiro deste ano os espaços criados para exploração dentro do Parque das Nações Indígenas, o maior de Campo Grande.

Reportagem do Campo Grande News publicada nesta quinta-feira (17) questiona a não utilização dos espaços, enquanto os vizinhos Mato Grosso e Goiás conseguem aliar o verda e a estrutura para recepcionar os visitantes.

Em nota, o Imasul diz que “desde rescisão do Termo de Cessão com a Secretaria de Cultura, busca identificar parceiros para desenvolver projetos socioculturais, que devem acontecem em 2019”. Também afirma que em relação às instalações das lanchonetes há previsão de chamamento público para o primeiro semestre deste ano.

O projeto da Casa do Homem Pantaneiro, por exemplo, foi orçado em R$ 684 mil há 12 anos e até hoje acumula pichações. Os banheiros do parque passaram por reforma, exceto o sanitário da Concha Acústica.

Homem de 30 anos morre em hospital após ser espancado no centro
Anderson Gomes Martins, 30 anos, morreu ontem (24) na Santa Casa depois de ser espancado na região da antiga rodoviária, no centro de Campo Grande. O...
Dentistas são condenados a indenizar paciente em R$ 20 mil por negligência
Pai e filho, dentistas em Campo Grande, foram condenados pela 11ª Vara Cível a indenizar uma paciente em mais de R$ 20 mil por negligência em um impl...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions