A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

07/02/2015 13:01

Imol alega que vítimas demoram para realizar exames solicitados pela Justiça

Filipe Prado

O Imol (Instituto de Medicina e Odontologia Legal) alegou que os laudos periciais, envolvendo violência doméstica, bem como crimes sexuais, estão sendo priorizados pelo órgão, sendo emitidos antes do prazo. Ainda afirmou os vítimas demoram a realizar os exames periciais.

A Justiça começou a começou a soltar presos que esperavam por julgamento por causa da demora no encaminhamento de laudos do Imol, que chegavam a atrasar até sete meses, conforme o juiz da 2ª Vara do Júri da Capital, Aluízio Pereira dos Santos.

Conforme uma nota expedida pelo Imol, as vítimas tem demorado para se dirigir até o órgão e realizar os exames. Um dos réus foi solto pelo TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), pois a vítima, envolvida no crime, compareceu somente no dia 4 de fevereiro ao instituto. Sobre os dois outros presos, que estão na fila de espera para serem soltos, o Imol assegurou que o laudo foi concluído no dia 5 de janeiro e entregue às autoridades competentes.

Ainda revelou que há outra vítima que ainda não compareceu ao instituto para a realização dos laudos, conforme solicitado pela autoridade policial para a realização do exame.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions