ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, SÁBADO  15    CAMPO GRANDE 22º

Capital

Incêndio que destruiu estoque de depósito de pneus começou em caldeira

Fogo ficou concentrado nos materiais que estavam armazenados na área externa do depósito

Por Viviane Oliveira e Bruna Marques | 09/05/2024 07:52
Bombeiros contendo incêndio nas toras de madeira que ficam na área externa do depósito (Foto: Marcos Maluf) 
Bombeiros contendo incêndio nas toras de madeira que ficam na área externa do depósito (Foto: Marcos Maluf)

Incêndio na área externa de depósito de pneus, na Avenida Cônsul Assaf Trad, na região da Coronel Antonino, em Campo Grande, na manhã desta quinta-feira (9), começou numa caldeira (equipamento destinado a produzir e acumular vapor), que foi isolada pelo Corpo de Bombeiros.

O dono da empresa, Yuri Vinícius Vieira, de 32 anos, disse que puxou as imagens pelas câmeras de segurança e observou que o foco de incêndio teve início por volta das 22h de ontem (8). O fogo ficou concentrado nos materiais que estavam armazenados na área externa do depósito e a fumaça ficou mais intensa por volta das 6h, quando os bombeiros foram acionados.

Pá carregadeira foi usada durante os trabalhos de combate ao incêndio (Foto: Marcos Maluf) 
Pá carregadeira foi usada durante os trabalhos de combate ao incêndio (Foto: Marcos Maluf)

A área foi isolada para evitar a aproximação de curiosos. O trânsito não foi afetado. Segundo o tenente Max Sousa Tosta, não há mais risco de o incêndio se expandir. O trabalho agora é encharcar o material para apagar os focos. Foram necessários pelo menos 4 mil litros de água para conter o incêndio.

O fogo foi visto primeiramente pelo pai do dono do galpão, que também armazena toras de madeira. Vizinhos da região também ajudaram a conter as chamas. Yuri chegou rapidamente ao local depois de ser avisado pelo pai e por um funcionário. Ele estima um prejuízo de R$ 200 mil a R$ 300 mil.

Fumaça na área externa do depósito  (Foto: Marcos Maluf) 
Fumaça na área externa do depósito  (Foto: Marcos Maluf)

Ajuda - Uma pá carregadeira, que pertence ao empresário Ernandes Monteiro, de 43 anos, foi usada para separar as madeiras que pegavam fogo e ajudar no trabalho do Corpo de Bombeiros. Foi Ernandes quem pilotou a máquina.

Morador na região, o empresário disse que ao ver o incêndio já imaginou que fosse no depósito por causa da fumaça preta. "Vim correndo, fiquei com medo porque o meu barracão é colado no dele. Falei para o meu funcionário não entrar porque tinha perigo de explosão", contou.

Fogo no depósito de pneus (Foto: reprodução / Corpo de Bombeiros)
Fogo no depósito de pneus (Foto: reprodução / Corpo de Bombeiros)

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias