ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SÁBADO  15    CAMPO GRANDE 23º

Capital

Irmão de jovem que era acorrentado pela família acaba preso por ameaçar a mãe

Confusão ocorreu na tarde de ontem (29) na casa da família, no bairro Taquaral Bosque

Por Kerolyn Araújo | 30/07/2020 08:58



Servente de pedreiro, de 29 anos, irmão do jovem de 23 que foi acorrentado pela família no bairro Taquaral Bosque, em Campo Grande, foi preso ontem (29) após ameaçar a mãe de morte e colocar uma faca no pescoço da mulher.

À polícia, a vítima, de 48 anos, contou que o filho chegou em casa e chamou o irmão, que sofre de esquizofrenia e chegou a ficar acorrentado, para passear na rua, mas ela não autorizou que o jovem saísse da residência.

O filho, então, pegou uma faca que estava na cintura e colocou no pescoço da mãe, dizendo que iria matá-la. Um outro irmão que estava na casa entrou na briga, impedindo a agressão.

A Polícia Militar foi acionada e localizou o suspeito nas imediações. Aos militares, ele disse que ficou sabendo que o irmão havia sido acorrentado pelos familiares e foi ao local para tirá-lo da casa.

Ainda segundo o autor, ele foi recebido a pedradas pela mãe e o padastro. O servente também afirmou que faz uso de remédios controlados e acompanhamento no Caps (Centro de Atenção Psicossocial).

O homem foi preso e levado para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro e passará por audiência de custódia nesta quinta-feira (30).

O caso - Após ficar mais de uma semana acorrentado a uma cama, o rapaz de 23 anos foi resgatado por policiais militares e pelo Corpo de Bombeiros, no dia 23 deste mês. Ele sofre de esquizofrenia e faz uso de drogas.

A família decidiu acorrentá-lo em casa após série de ameaças e na intenção de que ele fosse para a rua. O caso foi denunciado à polícia e os pais do jovem chegaram a ser levados para a delegacia.

O rapaz foi levado ao posto de saúde do Bairro Nova Bahia, mas fugiu do local no dia 24. Ele foi localizado e, em casa, continua sem tratamento psiquiátrico.