A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

18/03/2011 07:58

Jornalista que matou em briga de trânsito tenta novamente liberdade

Nadyenka Castro

Mais um pedido foi feito à Justiça

Preso desde setembro do ano passado, o jornalista Agnaldo Ferreira Gonçalves, 61 anos, tenta mais uma vez sair da cadeia. Ele é acusado de matar o menino Rogerinho, em novembro de 2009, em uma briga de trânsito, em Campo Grande.

A defesa dele ingressou com pedido de revogação de prisão preventiva no último dia 14 e o juiz Aluízio Pereira dos Santos, em substituição na 1ª Vara do Tribunal do Júri, determinou que a solicitação fosse decidida pelo TJ (Tribunal de Justiça).

O magistrado alegou que como o Tribunal já estava responsável pela apreciação sobre recursos da defesa e da acusação referente a sentença de pronúncia, cabia ao órgão a decisão sobre a manutenção da prisão.

O despacho do juiz foi no dia 16, dois dias após a 2ª Turma Criminal do TJ manter o júri popular do jornalista. Mas como a decisão só vale oficialmente quando é publicada no Diário Oficial da Justiça, o magistrado encaminhou o pedido.

Prisões- Agnaldo foi preso em flagrante logo após o crime quando tentava registrar um boletim de ocorrência alegando que havia sido vítima de ameaça no trânsito.

Ele ficou 80 dias na cadeia, mas foi solto por determinação judicial. Ele teve a prisão preventiva novamente decretada, sob a alegação de que forjou uma separação para escapar da ação que cobra indenização de R$ 1,3 milhão. Mesmo sem ter sido preso, Agnaldo obteve habeas corpus no TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul).

Depois, a Justiça mandou prende-lo novamente porque se mudou para Praia Grande, litoral de São Paulo, sem avisar antecipadamente a Justiça. Ele então se apresentou em Campo Grande em setembro do ano passado e agora tenta nova decisão.

O caso- Agnaldo envolveu-se em uma briga de trânsito na avenida Mato Grosso. Ele atirou na caminhonete onde estavam as vítimas: Rogerinho, o avô dele, o tio dele e a irmã dele.

Rogerinho morreu. O avô e a irmã dele ficaram feridos. Vários tiros atingiram o veículo.

TJ mantém decisão que levou Agnaldo a júri pela morte de Rogerinho
Foi mantida nesta tarde pela 2ª Turma Criminal do TJ a decisão que mandou a júri popular o jornalista Agnaldo Ferreira Gonçalves, 61 anos, que matou ...
Juiz rejeita recurso contra sentença que mandou jornalista a júri popular
Acusação quer manter caso como homicídio duplamente qualificadoO juiz Carlos Alberto Garcete, da 1ª Vara do Tribunal do Júri e dos Crimes Dolosos Co...
EMHA suspende atendimento ao público para capacitação de funcionários
O atendimento ao público será suspenso nesta sexta-feira (15) na EMHA (Agência Municipal de Habitação). Segundo a assessoria de comunicação da prefei...


Não sei a real historia desse ocorrido, mas acredito em Deus e peço-lhe que perdoe a vida de pessoas como ele que acha que o problema só pode ser resolvido com violencia e que ele possa na cadeia refletir muito sobre o seu ato criminoso, pois a criança não tinha nada a ver com o acontecido e perdeu a vida covardemente.
 
gerson cespedes em 17/08/2011 12:11:05
Uma vergonha... mata uma criança inocente que teria uma vida inteira pela frente e ainda quer viver solto... tem que apodrecer na cadeia...
 
Antônio Carlos em 18/03/2011 10:54:42
Concordo na íntegra com a Guia Maria.Quem começou a confusão toda, foi o já famoso BAD BOY,conhecido por muiiitas pessoas.Maximiliano,realmente parece que têm gente ganhando nessa sim.Mas não do lado do jornalista,né?O Agnaldo errou.Mas antes,foi agredido e teve seu carro chutado,muitas pessoas que circulavam pela Ernesto Geisel e Clemente Pereira,viram o ocorrido.Veja a idade do jornalista(61/62anos) e o BAD BOY bombado, deve ter menos de 30 anos.Agora pergunto: Porque esse tal tio, estava com a CNH suspensa(procurem saber o motivo) e continuava dirigindo?Porque foi arrumar confusão no trânsito com duas crianças a bordo?Porque têm fama por onde passa,tanto capital quanto interior, de encrenqueiro,não respeita o próximo, sem limites?Não conheci esse jornalista,mas várias pessoas falam bem dele,contrário do outro que conheço a fama há um bom tempo...Muitas das vezes, alguns indivíduos sem regras(freios) passam por situação como a ocorrida, para refletir um pouco sobre seus atos...é o freio natural da vida.Quando não se muda por amor vai pela dor.Nunca sinta-se o BAMBAMBAM,sempre existirá alguém que SUPERE em suas ATITUDES ou te DETONE de vez.Espero que o TITIO,tire algum proveito da lição que a vida te DEU.Caso contrário,provavelmente terá mais problemas pela frente.
 
neide de oliveira em 18/03/2011 08:28:26
Uma pessoa que anda armado de casa com certeza não tem uma boa intenção, e se ainda, em um pequeno desentendimento com alguém por causa de uma coisa tão banal acabar na interrupção da vida de um anginho tão inocente, isso com certeza se torna algo inadimissivel.
Ele deve ser punido com o máximo rigor da lei, pois o mesmo, ao sair de casa já estava mal intencionado.
 
LUCELIA PALERMO em 18/03/2011 04:46:25
A sociedade espera sinceramente que a justiça cumpra com o seu papel e que ele pague pelo crime cometido, momentos de revolta não justificam ações violentas.
 
Juza Alves em 18/03/2011 02:57:56
eu aposto que esse velho safado tem netos. agora quer sair da cadeia pra continuar matando tem que apodrecer na cadeia e esse fosse neto dele????????????????????
 
paulo sergio em 18/03/2011 02:57:47
Me desculpe, mas porque nao prendeu o tio tambem se abriga foi dois, que levou a morte de rogerinho
 
GUIA MARIA ANTONIA FERREIRA em 18/03/2011 02:44:27
se soltar é porque tem gente ganhando alguma coisa, não é possivel.
 
maximiliano nahas em 18/03/2011 01:50:26
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions