A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

16/03/2011 11:27

Jovem agride a mulher e foge levando o filho de um ano

Nadyenka Castro

Criança já está com a mãe

O servente de pedreiro Claudinei Ferreira de Oliveira, 22 anos, é suspeito de ter agredido a esposa e em seguida seqüestrado o filho do casal, de apenas um ano, por volta das 16h30min dessa terça-feira, no loteamento Nova Serrana, em Campo Grande. A criança só foi entregue à mãe por volta das 22 horas.

De acordo com relato da vítima, de 20 anos, à Polícia Civil, na tarde de ontem ela estava em casa com o filho e Claudinei chegou e sem motivo, puxou os cabelos dela, a empurrou e desferiu tapas. Em seguida, fugiu do local levando o filho.

A jovem ligou para a PM (Polícia Militar) que foi até o local, fez buscas, mas não localizou o servente, que entregou o filho à família da mãe só por volta das 22 horas.

A vítima, temendo pela vida, arrumou suas coisas e saiu da casa onde morava com o marido e foi para a residência de familiares.

Ela declarou à Polícia Civil que está com o autor há mais de três anos e que desde o início do relacionamento ele era agressivo com ela, inclusive até quando estava gestante.

A irmã da vítima declarou ao Campo Grande News que a família só soube das agressões na tarde de ontem, mas já suspeitava da situação.

“Por medo dele, ela não pedia ajuda. Conversei com ela há uns dias atrás e agora ela tomou coragem porque eu a encorajei”, disse a mulher de 24 anos que pediu para não ser identificada.

Ela conta que pegou o sobrinho com o agressor na casa onde a irmã morava com ele. Segundo ela, a criança não apresentava ferimentos. “Ela só estava sem tomar banho e sem mamar”.

O suspeito não foi preso e irá responder criminalmente pela situação.

Brinquedos feitos por detentos são doados para crianças em escola
Parceria feita entre a a Semed (Secretaria Municipal de Educação) e a Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) garantiu ne...
Falta de pagamento faz prefeitura suspender hemogramas na rede pública
A falta de pagamento para um fornecedor de insumos fez com que a prefeitura de Campo Grande suspendesse a partir desta quarta-feira (13) a realização...


As mulheres em geral tem medo de denuncias os mal tratos,pensando que um dia seus companheiros iram mudar mas, eles nao mudam e cabe a elas tomar uma atitude e disser basta.pois so assim podera viver com dignidade e lutar pela sua felicidade.
 
cidineia silva de souza em 16/03/2011 12:15:59
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions