ACOMPANHE-NOS    
JULHO, QUINTA  29    CAMPO GRANDE 12º

Capital

Jovem denuncia ter sido agredido a pauladas em clínica de reabilitação

Rapaz afirma que coordenador e segurança da instituição são autores de agressão

Por Ana Oshiro | 21/02/2021 15:00
Um dos espaços da clínica de reabilitação Amor à Vida (Foto: Reprodução/Facebook)
Um dos espaços da clínica de reabilitação Amor à Vida (Foto: Reprodução/Facebook)

Jovem, de 25 anos, internado na clínica de reabilitação Amor à Vida, no Bairro Chácara dos Poderes, em Campo Grande, denuncia que foi agredido, na manhã deste domingo (21), pelo coordenador e pelo segurança da clínica com um pedaço de madeira e galho de árvore.

Internado compulsoriamente pela própria mãe, há dois meses e 10 dias, a vítima alega que estava na lavanderia do local quando pediu ao coordenador para fazer uma ligação, o homem teria respondido de forma grosseira e uma discussão iniciou.

De acordo com o jovem, o segurança do local entrou na briga e, junto com o coordenador, passou a agredir o rapaz com uma vara, feita com galho de árvore, e um pedaço de madeira, deixando diversas lesões aparentes em todo corpo da vítima, principalmente nas costas e pernas.

O rapaz conseguiu um celular emprestado com outro interno da clínica e ligou para sua esposa, informando que havia sido agredido e pedindo que ela avisasse a família. Ao saber da denúncia, a mãe da vítima foi à instituição questionar a forma que o filho havia sido tratado.

A  administração da clínica informou que o jovem estava sem controle e não era mais possível tê-lo como interno, por isso ele seria desligado da instituição. O Campo Grande News conseguiu contato com o coordenador da instituição, Eric Souza Amazonas, que afirmou que o paciente se automutilou.

"Vou registrar um boletim de ocorrência por calúnia e danos morais contra a família. O paciente se arranhou e se bateu com vara em um momento de surto. Ele está em fase de negação do tratamento", revelou.

O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro como lesão corporal dolosa.

Matéria atualizada às 17h30 para acréscimo de informações. 

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário