A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

01/01/2011 21:55

Jovem diz ter sido espancado por vários seguranças em boate da Capital

João Humberto

Um jovem de 20 anos entrou em contato com o Campo Grande News para informar que na madrugada deste sábado, por volta das 4h, foi agredido por vários seguranças na Boate Move, localizada próximo à Feira Central, na Capital.

De acordo com ocorrência registrada pelo rapaz na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do centro, ele estava no local na companhia de quatro amigos. A vítima e outro amigo decidiram fumar cigarro no recinto, quando foram abordados por um segurança.

Conforme informado pelo jovem, o segurança não pediu que ele parasse de fumar e deu um tapa no cigarro para que caísse, só que o tapa acabou acertando o rosto do rapaz. Ele informou que questionou o segurança sobre o motivo que teria o levado a dar um tapa contra seu rosto e acrescentou que não sabia que era proibido fumar no local em que estava com o amigo.

O rapaz mostra sinais de espancamento sofrido em boate localizada perto da Feira Central. (Fotos: Divulgação).O rapaz mostra sinais de espancamento sofrido em boate localizada perto da Feira Central. (Fotos: Divulgação).

O segurança passou a agredir a vítima, conforme relatado na ocorrência, segurando-a pela camisa e perguntando se o jovem queria ir para fora do local. Depois disso o segurança desferiu um soco no rosto do rapaz, que tentou se defender, mas não conseguiu.

Em depoimento à Depac, o jovem assegurou que depois outros seguranças começaram a agredi-lo com socos, colocando-o para fora do local.

Outra versão - Ainda de acordo com o boletim de ocorrência registrado na Depac, o coordenador geral e representante da empresa Apollo Segurança, responsável pela segurança na boate, compareceu à delegacia e relatou que a vítima já tinha sido avisada outras vezes pelos seguranças de que não podia fumar no lugar.

O coordenador da empresa de segurança relatou que somente após a insistência dos funcionários é que o rapaz resolveu apagar o cigarro. No entanto, um segurança comunicou que o jovem estava alterado, pelo fato de ter ingerido bebidas alcoólicas, e novamente acendeu o cigarro.

Desta vez, de acordo com o segurança, o rapaz se recusou a apagar o cigarro, sendo advertido por ele com um empurrão. Outro segurança, percebendo a movimentação, disse que se aproximou do colega de trabalho e da vítima a fim de prestar ajuda.

Conforme essa versão, os dois seguranças levaram o rapaz até a área reservada para fumantes, que teria os agredido verbalmente com diversos xingamentos. Os seguranças alegam que foi gerada aglomeração no local e por isso decidiram retirar a vítima para fora da boate, momento em que o jovem desferiu um tapa no rosto do primeiro segurança que o abordou, conforme informações obtidas via boletim de ocorrência.

A partir daí, os seguranças e a vítima começaram a se agredir, fato que só foi controlado quando o rapaz foi retirado da boate. Todo o ocorrido foi presenciado pelo coordenador da boate, segundo consta na ocorrência. A vítima, porém, diz que ele só chegou depois.

Os seguranças envolvidos no fato não foram apresentados à Depac, pelo menos até o término do registro da ocorrência. Já o representante da empresa de segurança foi à delegacia e apresentou os nomes e telefones das pessoas envolvidas, além de ter dito que um de seus funcionários ficou lesionado.

A vítima manifestou o interesse de representar criminalmente em desfavor dos dois seguranças que o espancaram.

Casal e amiga são espancados 2 vezes depois de show no Parque de Exposições
Grupo foi agredido depois de show da dupla Jorge e MatheusUm casal, acompanhado de uma amiga no parque de exposições Laucídio Coelho, foi espancado ...
Rapaz é baleado e espancado na rodoviária de Cassilândia
Orceni Rezende de Moura, 28 anos, foi baleado e espancado esta madrugada na estação rodoviária de Cassilândia, cidade distante 418 quilômetros de Cam...
Detento morre espancado em cadeia pública de Coxim
Espancado até a morte dentro da cela um da delegacia de Coxim, o detento Silvano Souza Silva, 42 anos, apresentou hemorragia interna, costelas quebra...
Menino de 2 anos pode ter morrido espancado em Rio Verde
Encaminhado morto ao Hospital Municipal de Rio Verde de Mato Grosso, um menino de 2 anos pode ter sido vítima de espancamento. O corpo chegou ao IML ...


isso é uma pouca vergonha ninguém tem o direito de agredir ninguém seja o motivo que for esse segurança tem que ir para a cadeia!!!!!!!!!!!
 
roberto gonçalves Godoy em 03/01/2011 12:59:00
FICO MUITO TRISTE EM SABER QUENÃO POSSO CONFIAR EM DEIXAR MEUS FILHOS NESTA BOATE! POIS ATE EMTÃO CONFIAVA QUE ELA ERACAPACITADA EM SABER LIDAR COM SITUAÇÕES QUE NÓSSABEMOS QUE EXISTEM..... E NÃO VAI SER COM AGRESSÃO QUE VAI SOLUCIONAR.....ESTOU DESAPONTADA COM OSORGANIZADORES.......
 
andrea camargo em 03/01/2011 12:32:20
Em 2011 é muito triste constatarmos comentarios perniciosos de outras pessoas que sem comprazem com o malefício causado a outro ser humano; pela legislação ele não é obrigado a estar ciente da proibição do fumo que varia de acordo com a gestão do local; cade a compaixão e misericórdia que devemos exercitar? é como se pessoas ainda validassem a tortura ou como um dirigente político ainda nega o holocausto, uma chaga em nossa sociedade...evidente que este rapaz merece todo o nosso respeito e consternação, sinto muito por você ter passado uma situação desta no meio de trogloditas, que reflete bem o meio de cg ms onde não importa a grana que se gaste, mas ha um despreparo social, uma não qualificação de mão de obra que afasta divisas que poderiam ser geradas se tivéssemos um turismo em umca cadeia eficiente no estado; meu abraço ao Maurício e muita força, corra atrás de uma indenização inclusive do Estado que não zela pela sua integridade física, cuide-se e fique com Deus
 
CARLOS FURLAN em 03/01/2011 12:30:00
Conforme o relato, ele já esta acostumado a fazer isso, bem feito achei pouco ainda, pois educação vem do berço, se os pais não deram a rua educa, e muito bem com certeza da proxima vez acatará o que a lei determina, e tem mais, a maioria dos fumantes são mal educados mesmo, não respeita ninguém.
 
Felipe Salinas em 03/01/2011 12:18:09
Ah e mais uma coisa antes de dizerem que sou playboy, que estava alterado embriagado ou drogado eu quero que me provem isso uma mulher disse q viu o seguranca chegando em mim tirando o cigarro e falou q ele queria brigar memso e nao tirar o cigarro ou apagar o cigarro entretanto nem a move quer dar as cameras de seguranca pois sabe que quem agiu da maneira errada foram os segurancas e estou tentando por mandato pegar essas filmagens pra mostrar o tamanho da covardia tbm fiz curso de defesa pessoal e nessa situacao foi o que salvou meo rosto de nao ficar literalmente deformado pois nada mais daria pra fazer a nao ser defender o rosto queria muito resolver isso com minhas proprias maos mas quero ver se realmente a justica existe nesse mundo em que vivemos ou so pra quem tem pai juiz promotor ou que tenha dinheiro para pagar um advogado.
 
Mauricio em 03/01/2011 12:17:06
Eu sou o jovem agredido pelos segurancas e agradeco o apoio de quem sabe o que estou passando e as criticas sao muito bem vindas para eu responde-las e para o processo que vou fazer contra a empresa e a boate por danos morais ,fisicos e materiais pois estao me desmoralizando ,primeiramente passei a virada com minha familia cheguei na move as 3 e 10 da manha logo quando cheguei tinha 6 pessoas fumando dentro da boate acendi o meo cigarro (nao uso drogas nem entorpecentes sou fumante apenas é licito fumar cigarro no brasil pra quem nao sabe,provo por qualquer exame que nao uso outra droga )e comecei a fumar mesmo sabendo que nao era permitido em local fechado por ver outras pessoas fumando acendi o meo ,logo em seguida sem ao menos se quer pedir para apagar o cigarro o seguranca deu um tapa que pegou em minha boca e deerrubou o cigarro ,disse a ele voce nao tem o direito de fazer isso a sua mae nao deu educacao pra voce nao palhaco e ele ficou puto com o que eu disse e respondeu o egracadao quer ir pra fora eu disse eu nao!! paguei pra entrar aqui e voce tbm nao tem o direito de me botar pra fora sem motivo ja que derrubou meo cigarro ele disse vamos ver entao e dai tentando me empurrar e nao conseguindo me agrediu com um soco chamou mais 4 segurancas que me derrubaram e em vez de me levarem pra fora ,me espancaram la dentro da boate com varias pessoas vendo e que estao de testemunhas e depois me jogaram aos chutes e bicudas pra fora da boate no meio fio ,sai dizendo o processo vai ser grande viu eles disseram faz o que voce quiser maneh!! fiquei na boate menos de 20minutos e fui espancado por motivo futil e sem tentar reagir agredindo eles pois so pensava em proteger meo rosto dos chutes e pra quem acha que sou playboy , sim fui dirigindo de motorista da rodada com o carro de meo amigo pois nem carro eu tenho , nao havia bebido na comemoracao em casa com os amigos e fui dirigindo e como fui para a delegacia fazer o BO depois fui de carona com meo irmao que foi la me socorrer pq estava cego de raiva e inconformado com a vergonha e o despreparo da equipe de seguranca incapacitada para o servico pois eu so queria comemorar o ano novo e por acender um cigarro em um lugar indevido fui espancado sem ao menos que me pedissem ou ordenassem pra mim apagar o cigarro nunca imaginei que iria acontecer isso comigo ainda mais em umas das boates mais conceituadas de campo grande -ms deveria ter ficado em casa acho que estaria mais seguro e feliz com o ano novo .
 
Mauricio em 03/01/2011 11:51:17
Violencia não se justifica de maneira nehuma. Os segurança demonstraram despreparo, pois estão nas boates para promover segurança as pessoas e não para espancar um jovem e chutá-lo da maneira que ocorreu.
Realmente um absurdo quem deveria nos proteger que agredindo, esses seguranças são mal treinados, despreparados é lamentavel...
 
Patricia em 03/01/2011 11:29:05
Esses seguranças de boates são totalmente despreparados para enfrentar tal situação, pois em boate que não fuma e bebe? Portanto ao abordar um jovem cidadão que na maioria das vezes não tem preparo emocional, os tais seguranças deveriam ser preparados, mas não são prepotentes, arrogantes e violentos.
 
Luiz em 03/01/2011 11:22:26
Educação vem de casa! Na rua é isso aí encontra-se de tudo e mais um pouco.
 
Ana Cristina Ferreira em 03/01/2011 11:03:54
Cada coisa no seu lugar!!! Os proprietarios dessa boate, deveriam orientar os seus seguranças, afinal eles estão ali para EVITAR, violencia e não para PROMOVR-LA!!!

Esse garoto também já deveria saber que é proibido fumar em lugares fechados e obedecer. Que isso sirva de lição para ambos os lados.
 
João Carlos Maciel em 03/01/2011 10:28:29
NADA NO MUNDO JUSTIFICA A VIOLÊNCIA, NEM MEUS PAIS ME BATERAM, MAS A SOCIEDADE É HIPÓCRITA E NÃO PENSA COM AMOR AO PRÓXIMO... AS PESSOAS QUE ASSIM AGIRAM DEVEM PAGAR PELO QUE FIZERAM, POIS HOJE FOI UMA 'SURRA' E SEM PUNIÇÃO A VIOLÊNCIA VIRA ROTINA, INDEPENDENTE DE COMO O RAPAZ AGIU.
 
Hellen Farias em 03/01/2011 10:22:05
Seja o que ocorreu.. o jovem e os seguranças.. tem a sua devida responsabilidade, porem o péssimo hábito do tabagismo e do alcoolismo nunca se separa de outras drogas ilicitas e pesadas como o crack , cocaina e o extase etc., que por sinal é nas boates e danceteria que o consumo aumenta de forma marginalizada, acho que o boa parte dos jovens, ,principalmente os da classe média e alta tem abusado de forma marginal de algum tipo de drogas seja licita ou ilicita, depois de alterado eles se sente os super homens e querem fazer oq acham pq tomam anabolizantes e fazem musculação e algum tipo de arte marcial..podem desacatar os seguranças até mesmo as autoridades policias militares que muita das vezes deixam a sua principal função que é a preventiva, para atender esses tipo de ilicitos penal,, Qualquer dependência seja ela fisica ou moral tem ser tratada e punida pela lei, seja o vicio das drogas e da violência, o viciado pra mim é m+ responsavel perante a lei do que o traficante e o vendedor, por que? se não existi-se consumo não haveria vendas. nem violência nas fave-las e nas boates ,nas ruas, nas familias , nas escolas a violência policial e acidentes de trânsito etc.. como ele foi até delegacia deve ter ido com o seu próprio veículo e no minimo devia estar com alto teor alcóolico no sangue, cometeu ai hum crime de trânsito dirigir embriagado ou com suspeita de embriagues. por que o tabagismo e o alcoolismo são casais e nunca se separam.
 
andre luiz em 03/01/2011 09:19:02
Não é o primeiro caso de agressões contra frequentadores de bares e boates em Campo Grande. Eu já soube de vários, e normalmente por motivos fúteis.
Não entendo esses comentários de pessoas dizendo coisas do tipo "bem feito, quem mandou fumar onde não pode?", e surrar alguém pode? Há uma inversão aí, não podemos transformar a vítima em culpado e sim cobrar das autoridades mais atenção com relação às empresas de segurança que têm colocado A SERVIÇO DOS CLIENTES DE ESTABELECIMENTOS COMERCIAIS de Campo Grande funcionários totalmente despreparados e truculentos. Sem falar na quantidade de policiais civis e militares que a gente vê, a gente sabe que está fazendo um trabalho que é PROIBIDO que eles façam e ninguém toma uma providência. Segurança não serve pra espancar os clientes, quem pensa que sim só pode ser débil mental.
 
Mariana Arruda em 03/01/2011 08:36:12
Pensou que o pessoal ia ficar com dó ao ver seu lombo surrado. Deve ter merecido cada soco, cada arranhão, por não respeitar quem está trabalhando e tentando organizar o ambiente. O dinheiro não pode comprar o respeito das pessoas, mude a sua atitude, playboy.
 
Aldo em 03/01/2011 07:51:15
Primeiramente, quando há uma briga generalizada envolvendo os seguranças de um estabelecimento, estes não poderiam agir de forma brutal, o que acontece em 100% das brigas, ou seja, eles acham que podem tudo, chegam já batendo, empurrando, sendo mal educados, e assim por diante. E quando há um registro de boletim de ocorrência a alegação deles são sempre as mesmas, se defendem dizendo que não foi bem assim... Enfim, isso é uma vergonha, pois são pessoas que deveriam dar exemplos, acabar com as brigas e não poderiam estar envolvidos nelas. Por fim, sinto-me decepcionada mais uma vez, pois estas notícias são diárias em nossas vidas. Por mais que o menino estivesse alterado, os seguranças do estabelecimento em nenhum momento poderia ter agido daquela maneira, acredito na versão do menino e ignoro os dizeres que foi dito no boletim de ocorrencia posterior com as explicações do porque que os seguranças agiram, se vocês notarem sempre utilizam o mesmo argumento e tentam se esquivar das penalidades que por sinal deveriam ser rígidas a eles para que respeitassem mais os jovens em geral.
 
Carla Silva em 03/01/2011 07:48:01
AO COLEGA QUE FOI ESPANCADO, EU DISCORDO APENAS DO FATO DE VC TER ACENDIDO O CIGARRO SABENDO QUE NÃO PODERIA, VC JUSTIFICA QUE OUTRAS PESSOAS ESTAVAM FUMANDO TAMBÉM, AMIGO O PROBLEMA É DELAS, VC FOI O BODE ESPIATÓRIO DA VEZ AQUELE DIA, JA PENSOU SE TUDO DE ERRADO QUE VEMOS PORAI E FIZESSEMOS A MESMA COISA SO PQ OUTRAS PESSOAS ESTAVAM FAZENDO, AGORA OS SEGURANÇAS SÃO BEM COVARDES, PRA BATER NUM JOVEM DE 20 ANOS, SE FOSSE COMIGO FECHARIA O TEMPO NAQUELA BOATE, POIS SOU BEM MAROMBADO E TENHO CONHECIMENTO EM ARTE MARCIAL, ELES ESCOLHERAM UM FRANGO PRA ASSAR AQUELE DIA, MUITA COVARDIA, SO BASTAVA UM SEGURANÇA DE VERDADE TE IMOBILIZAR E LEVAR VC PRA FORA SEM TE FERIR COM PORRADA E PONTA PÉS.
 
Marombado em 03/01/2011 03:43:41
No caso da move tem que ter segurança pra cuidar outros seguranças .!
 
Marcos Padovani em 03/01/2011 02:25:49
Novamente Os seguranças deveriam apenas chegar e advertir ao inves de simplesmente querer bater .! A move era pra mim e digo que muitas pessoas um boate conceituada .Mas agora ja era .! Dizem que a lei anti-fumo todo mundo conheçe, mas é a mesma lei que defende que nao se pode dirigir bebado, obedecem ? é a mesma lei que nao se pode usar drogas, obedecem ? e cade a lei que protege o cidadão de agressoes injustas e desnecessarias que só trazem satisfação individual e ignorante para um desses seguranças que são pessoas que não estudam e procuram um ganha pão batendo nas pessoas. Na qual deveriam evitar a violencia mas que não veem a hora de destressar batendo nos outros .! A forma que se veste e a forma que se fala, não nos julga Playboy apenas nos diferencia da marginalização e dos que poucam estudam procuram a vida de uma forma mais alienada .! Agora só resta saber da justiça pq o que a mídia faz, nem sempre e o que se aproxima da realidade .!
 
Marcos Padovani em 03/01/2011 02:23:28
Esses Playboys se acham na balada, querem mostrar q podem fazer o que eles bem entende, tudo filhinho de papai, tem que descer a lenha nesses maginais de classe média alta.
 
João Neto em 03/01/2011 01:01:32
AGRESSÃO NÃO JUSTIFICA NADA TEM QUE PUNIR ESSES SEGURANÇAS E PRENDÊ-LOS O MAIS RÁPIDO POSSÍVEL SÃO HOMENS INCAPACITADOS E IRRESPONSÁVEIS QUERENDO SE APARECER E ESSA EMPRESA DE SEGURANÇA DEVE PRESTAR ESCLARECIMENTOS E INDENIZAÇÃO A VÍTIMA DE PRECONCEITO E LESÃO CORPORAL!!! CADEIA NELES E JUSTIÇA JÁ!!!!
 
Fernanda Muniz em 02/01/2011 12:50:37
A move está com problemas de segurança mesmo, eu mesmo já vi acontecerem cenas de violência com outras duas pessoas, inclusive uma delas tem o pai oficial militar, voltou a boate e arrebentou o segurança que tinha feito a agressão ao filho dele. Agressões como essas aos clientes por seguranças são inaceitáveis, a Move começou mal.
 
Aloízio Neto em 02/01/2011 12:10:57
Fico decepcionado com acontecimentos desse tipo. Acho que realmente o ministério público tem que prestar mais atenção nesses casos e não deixar impune os responsáveis...mas lembrando que esse não é o primeiro caso e nem vai ser o último. Infelizmente, o comportamento de alguns jovens somado com o despreparo de alguns seguranças totalmente desequilibrados acaba nestas "baladas quebradas!".
 
Fabio Lopes em 02/01/2011 11:54:16
BEM FEITO!!!CERTOS FUMANTES NÃO TEM UM PINGO DE RESPEITO PELO NARIZ DOS OUTROS.QUE BELA "CAMASSADA" HEIN???BEM FEITO, DE NOVO.
 
maria da conceição em 02/01/2011 11:51:48
Realmente existem alguns jovens que se se tornam valentões quando consomem bebida alcoólica. No entanto, Seguranças não são "Bateranças", deveriam segurar e não bater. Neste casso cabe às autoridades verificarem as licenças da empresa de segurança, e o alvará dessa festa. Entendo de defesa pessoal, e pelas fotos percebemos que muito "provavelmente" não houve tentativa de imobilização, "aparentemente" é agressão pura e aplicada. Feliz 2011 e muita paz a todos!!!
 
Rogério Severo em 02/01/2011 11:34:26
Acredito que o fato ocorrido foi uma união de despreparo dos seguranças aliada a falta de paciência do jovem, ele deveria saber que a classe sofre por não ter muito reconhecimento e possuir um salário significativo, mas nada justifica agressão física, entramos e um NOVO ano com notícias velhas, os donos da boate devem se responsabilizar, conheço o jovem ele não é filho de papai, tampouco 'riquinho' ele é um trabalhador, que estava querendo apenas diversão, o fumo não é ilícito o que é ilícito é agressão! E se fosse um 'riquinho' os seguranças não deveriam bater também, pois são clientes! Foram contratados para PROTEGER! Como mostra no boletim o responsável pela segurança disse que não houve funcionários lesionados.. se não houve é CLARO que foi COVARDIA, um contra seis é mais que repressão é covardia.. foi um ato lamentável e triste que não pode fica sendo repitido! isso revolta senhores, isso entristece! espero que o ano tenha mais PAZ a todos!
 
Natália Espíndola em 02/01/2011 10:56:48
a grande verdade é que o presídio está cheio de inocentes...Se avisar, não resolveu, tenho certeza que os seguranças agiram certo...Muitos fumantes mal educados, acham que todos tem que suportar a porcaria da fumaça da droga que fumam...tenho certeza que esse espertinho não vai mais querer dar um de valentão!!!
 
Joe Santos em 02/01/2011 10:54:04
em primeiro lugar o contratante tem que fazer uma boa pesquisa de quem vai contratar, segundo lugar, a boate tem que deixar todos cientes, de como vai ser realizado a segurança, ter um responsavel que ira dialogar, com o cliente, para tentar sanar o pro
blema, lidar com gente e complicado ain da mais com bebidas na cabeça, acha que pode tudo, e não respeita a outras pessoas, respeito vem de berço, sejam concientes.......
 
Paulo Brasil em 02/01/2011 10:37:59
É fato de que houve excesso de ambos os lados, mas como todos sabemos, lugar onde se aglomera todo tipo de gente, onde rola bebidas e sabe o que mais, isso pode acontecer sim. Esses jovens de hoje não respeitam ninguém, se acham dono da razão, que podem se impor sobre trabalhadores, que só porque fazem musculação são melhores que os outros. Sabemos que muitos seguranças não possuem qualificações para lidar com o público, principalmente neste casso que a maioria é filhinho de papai. Portanto a culpa é de todos, desde o responsável pelos seguranças, quanto o pai de um jovem inconsequente. Precisamos de leis mais severas para que esse tipo de problema, como outros, possam fazer com que essas pessoas pensem 2 vezes antes de fazerem alguma coisa.
 
Clayton Godoy em 02/01/2011 10:10:37
tdos os seguranças da move são mto violentos, ja presencie coisas piores.
 
eduardo senna em 02/01/2011 08:21:47
É para esse bando de malas, filhinhos de papai pararem de achar que são rei do mundo e que podem fazer o que quiser aonde quiser, vamos ver se depois desse episódio este rapaz aprenda a não fumar aonde não pode e sirva de exemplo para outros inúmeros iguais a ele.
 
Luis em 02/01/2011 08:18:04
Dona Eloiza deveria ser seu filho. queria ver se esse seria seu comentario
 
edson em 02/01/2011 08:09:10
moçada vou falar um negocio pra voces, e o sgte eu sou pai ninguem ama mais um filho do que o pai, tenho certesa que cada porrada que esse jovem tomou doeu duas ou mais veses no pai dele, mas olha so o lance de nao fumar hoje e lei federal nao tem negocio de neguinho falar que nao sabia que nao podia fumar e lenda ne veio, o que o jovem tem que entender que cada açao tenha uma reaçao, que respeito e bom e conserva os dentes, por outro lado tem o fato de pegar seguranças a laço para trabalhar principalmente em feriados, e que segurança e para dar garantia de alegria no ambiente e nao esses chupa-cabras metidos a rambo sem um pingo de qualificaçao para atender ao publico, ruim dessa historia e que todo mundo sai perdendo e cabeça fria nao faz mal para ninguem, vou cantar uma letra para voces. nunca discuta com quem sabe mais que voce, nao jogue contra quem for melhor, nao discuta com cara grande , que isso vai te levar a muitos lugares com a cara bonita, mais vale um covarde bem limpinho bonitinho do que um brabao todo marcada de soco, to fora chefe.. to fora.
 
luiz fernandes em 02/01/2011 07:34:00
A pessoa que ingeri bebidas alcoolicas, simplesmente está aceitando que o Diabo/satanaz, entre em seu corpo de forma física, de forma que se esse cidadão, estivesse numa igreja ou mesma num local decente, jamais sofreria tais agressões,
quanto aos seguranças realmente as empresas que promovem estes tipos de festas devem fazer uma seleçao de empresas idoneas, etc., portanto, sugiro que as pessoas sejam mais inteligentes e nao embriagam tanto.
 
pedro Paulo Diniz em 02/01/2011 06:21:00
td mundo sabe q nao pode fumar em recinto fechado! eu acho é pouco ele ter levado uns tapas... não recebeu em casa, a vida dá...
 
Eloiza Maria em 02/01/2011 06:03:35
Lei sobre fumo é lei federal, é brincadeira dizer que não sabe. Fumar em casas notunas somente se tiver local reservado. E dialogar com pessoas que ingeriram álcool é complicado, os seguranças devem ser bem preparados e bem remunerados para aguentar os filhinho de papai bebados. A Move deve aprimorar o atendimento na casa quanto ao item segurança. Já as empresas de segurança devem capacitar melhor seus funcionários. E a policia estadual/federal devem fiscalizar/auditar as empresas que trabalahm com segurança particular. E os jovens e adultos que frequentam as festas e bares devem mostrar um minimo de boa educação e bom senso, senão nem sai e fica em casa. Valeu.
 
Adenilson em 02/01/2011 05:16:53
Será que esse jovem não aprendeu que fumar faz mal pra saúde, taí a prova nas costas dele, fez muito mal.
Essa estorinha que não sabia, para com isso, se o cara veio de outro planeta não deveria começar a conhecer a terra por uma boate. O cara provoca todo mundo, desde quem não fuma até os seguranças, agora vem pagar um de santinho e inocente.
 
jose antonio em 02/01/2011 04:47:17
A realidade é essa mesma. Quando encontramos seguranças com curso e legalizado pela Polícia Federal eles ganham míseros 50,00 a noite pra aguentar filhinho de papai esnobando quem está trabalhando. E o que mais encontramos é segurança sem categoria nenhuma, nem sequer portando autorização para tal função usando algemas e máquinas de choque trabalhando até por 20,00. Autoridades competentes, abram o olho para esse tipo de máfia aqui em Campo Grande.
 
Paulo Henrique em 02/01/2011 03:36:19
O Brasil precisa que os homens de bem sejam mostrados como exemplo e não sejam substituídos por malfeitores travestidos de heróis que espancam pessoas para mostrarem obter algum tipo de poder.
 
Rodrigo Oshiro em 02/01/2011 02:58:58
Infelizmente muitas informaçoes, como no comum, foram distorcidas pelos integrantes da apolo segurança, e por mais que fosse avisado diversas vezes a vitima , o que não ocorreu, o dever do segurança é avisar previamente no minimo 3 vezes antes de somente imobilizar e retirar o individuo do local, e em hipotese alguma espancar a vitima. Agora sera que vamos querer ir em um lugar onde a segurança é totalmente incompetente para correr o risco de sermos espancados por seguranças? Imfelizmente a Move pecou ao escolher uma empresa de segurança incompetente, porque essa historia de espancamento parece estar virando moda.
 
Antonio Neto em 02/01/2011 02:49:55
Uma coisa que eu não faço é frequentar a balada de Campo Grande, não perco meu tempo... um povo mal educado, pessoas metidas, sem graça, um bando de caipira que se acham, e mais... esses seguranças de hoje em dia não tem nível nenhum, digo porque já trabalhei com esse tipo de gente. As empresas de seguranças de CGR precisam ser mais rigorosos ao contratar um indivíduo desse que saí batendo por aí. Só mais uma coisa: a maioria dos jovens bebem e fumam sem ao menos procurarem saber se pode ou não. E ainda tem o rei na barriga, coitados, esquecem que vão pra baixo da terra um dia. Sabe de uma coisa? Por mim que esses clientes e seguranças que se matem! Eu não me misturo mesmo, prefiro o conforto da minha casa. Tenho tudo o que eu quero e me divirto mais!!!
 
Álamo em 02/01/2011 02:24:39
Dá para perceber que a maioria dos comentarios são dos amigos da "vitima". Coitadinho... Os pais não dão educação, alguem tem que dá. e esses vagabundos só não estão na cadeia porque no minimo, tem pais ricos. Já os coitados dos seguranças que estão trabalhando a noite para sobreviver, tem que aguentar esses metidos a valetões. Que se acham!!! Mete o porrete!!!!
 
fernanda em 02/01/2011 02:18:12
SEGURANÇA?????
 
Antonio Lucas em 02/01/2011 02:16:06
Esta na hora de acabar com essa impunidade, esses mal educados, brutamontes acham sempre que podem ficar batendo nos outros, são um bando de despreparados, mal formados que por causa de 30 reais na noite, ficam batendo nos outros, mas se esquecem que nem sempre estão juntos.
 
edson moreira em 01/01/2011 11:08:56
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions