A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

29/11/2015 11:46

Jovem morre degolado e polícia acha roupa com sangue no varal do vizinho

Liana Feitosa e Luana Rodrigues
O jovem estava caído no local, desacordado, e foi encontrado pela avó dele. Como não sabia se estava vivo ou morto, acionou o socorro. (Foto: Fernando Antunes)O jovem estava caído no local, desacordado, e foi encontrado pela avó dele. Como não sabia se estava vivo ou morto, acionou o socorro. (Foto: Fernando Antunes)

O adolescente Thiago Pereira Barbosa, de 19 anos, foi encontrado morto na manhã deste domingo (29) em um barraco no bairro Jardim Veraneio, em Campo Grande, na rua Marechal Mallet.

A rua é uma transversal à BR-163, distante três quadras da rodovia. De acordo com a polícia, o chamado foi feito por volta das 11h20. Primeiramente, Corpo de Bombeiros e Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foram acionados.

O jovem estava caído no local, desacordado, e foi encontrado pela avó dele. Como não sabia se estava vivo ou morto, ela acionou o socorro. Ao chegarem no local, as equipes dos bombeiros e Samu constataram a morte de Thiago.

A informação inicial é de que a vítima tem ferimento no pescoço, na parte posterior, portanto, na nuca.

O irmão dele, Jonílson Pereira da Silva, de 23 anos, contou ao Campo Grande News que a última vez em que Tiago foi visto, na noite de ontem (28), ele andava pelo bairro na companhia da mãe deles e do pai de Thiago.

Jonílson acusa os dois de envolvimento na morte. "Eles costumam beber sempre e aí ficam bêbados e discutem", justifica. "Ele era tranquilo, trabalhador, não tinha problema com ninguém", garante. Ele também afirmou que o irmão era uma pessoa tranquila, não se envolvia com problemas no bairro e era trabalhador.

De acordo com uma testemunha que viu o corpo, Thiago não apenas foi golpeado na nuca como teve o pescoço degolado. A perícia chegou no local por volta de 11h45 para colher informações e analisar o caso.

A delegada Priscila Anuda, plantonista da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro, diz que algumas pessoas viram um vizinho com Tiago antes da morte. A polícia encontrou, inclusive, uma camisa com sangue, no varal do vizinho. O homem ainda não foi localizado.

Já os pais da vítima apareceram no local e foram levados à Depac para prestar esclarecimentos.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions