A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

21/12/2011 14:00

Jovem morta em atropelamento na Capital havia perdido irmão em acidente há um mês

Fernando da Mata

Acidente que vitimou Alessandra aconteceu na noite de terça (20); irmão dela morreu após bater moto em carro no dia 19 de novembro

Alessandra foi atropelada no cruzamento da Afonso Pena com a rua 14 de Julho (Foto: João Garrigó)Alessandra foi atropelada no cruzamento da Afonso Pena com a rua 14 de Julho (Foto: João Garrigó)

Alessandra Larrea Barcelos da Silva, 25 anos, morta após ser atropelada na avenida Afonso Pena, em Campo Grande, foi a segunda pessoa da família vítima de acidente no trânsito de Campo Grande em pouco mais de um mês.

O irmão dela, Luiz Antônio Larrea Barcelos da Silva, morreu aos 21 anos, no dia 19 de novembro, após colidir a moto que conduzia na lateral de um carro. O acidente aconteceu no cruzamento da avenida Ernesto Geisel com a rua Ovídeo Serra, próximo ao pontilhão da avenida Mascarenhas de Moraes.

Na ocasião, Silva chegou a ser socorrido, mas morreu na Santa Casa. No boletim de ocorrência do acidente que vitimou o jovem, não consta a informação de quem estaria errado.

Pouco mais de um mês depois da morte trágica de Luiz Antônio, a irmã Alessandra foi atropelada por um táxi, na noite de terça-feira (20), no cruzamento com a rua 14 de julho, centro de Campo Grande. A jovem foi socorrida, mas morreu na Santa Casa.

Números – Os irmãos integram o quadro de 122 pessoas mortas no trânsito de Campo Grande até a noite dessa terça-feira. Segundo informações da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), deste total, 77 eram motociclistas, cinco conduziam automóveis, cinco eram passageiros de carros. Os pedestres mortos no período somam 17 e os ciclistas, 18.

Jovem morre após ser atropelada por táxi na avenida Afonso Pena
Alessandra Larrea Barcelos da Silva, 25 anos, foi atingida pelo Fiat Siena quando atravessava a avenida Afonso Pena com a rua 14 de Julho. Ela foi s...
Motociclista acidentado durante a manhã morre na Santa Casa
Luiz Antônio Larrea Barcelos da Silva, 21 anos, morreu na tarde deste sábado (19), por volta das 14 horas, na Santa Casa de Campo Grande. Segundo bo...


Ainda nao consigo acreditar q perdi tantos alunos nesses ultimos 03 anos....eu sei o q é sofrer por imprudencia dos outros.Em março completara 03 anos q sofri acidente de transito tbem,perdi um filho(6 meses e meio) estava gravida e a duas semanas é q to voltando a andar sem ajuda de alguem...é muito sofrimento,mas Deus fez milagre...ate o medico Dr.marcelo L. Quarteiro confirmou este milagre.
 
Heloiza Rodrigues Dias em 09/02/2012 09:26:17
Foi um choque muito grande pq dei aula para os tres irmaos....qdo fiquei sabendo da morte do Luiz fui a casa da familia e dei apoio a Alessandra q estava desesperada dizendo q nao consegueria viver sem o irmao...e a outra irma ainda nem sabia da tragedia pq estava em outra cidade....ainda levei Alessandra ao cemiterio Memorial Parque onde o irmao foi sepultado....ela deveria estar muito deprimida.
 
Heloiza Rodrigues Dias em 09/02/2012 09:15:23
Aquele cruzamento da Av. Afonso Pena com a 14 é uma vergonha. Como que um pedestre vai passar por ali com segurança. Quando abre o sinal para o pedestre passar abre para os carros passarem do outro lado e fazerem a conversão. Ai é uma correria só, carros freiam encima dos pedestres isso quando freiam e não ficam buzinando. A agetran já devia ter visto isso a muito tempo. Sinto por essa mãe.
 
Sandra Espindola em 21/12/2011 08:16:21
Meu Deus fiquei estasiada ao saber... Estudei com os dois em Aquidauna.
Estou sem palavras!
Andressa Larréa nada acontece sem a permissão de Deus, temos que ser forte pra seguir em frente, estou orando por vocês, sei que vai ser dificil mas tudo e todos tem o seu tempo determindado... Meus pesames, que Deus console vcs nessa dificil passagem das sua vidas.. Abraços
 
Karina Soares Martins em 21/12/2011 07:10:12
Tem de tudo no trânsito de Campo Grande:
Motoristas dirigindo em velocidas baixas, na pista da esquerda;
Motoqueiros atravessando em todas as brechas que encontram e em alta velocidade, isso sem falar que às vezes estão quase parando nas faixas para maiores velocidades;
Tanto motoristas quanto motoqueiros fazendo conversões absurdas.
O resultado está aí. Tristeza e dor para tantas famílias.
 
Ercy Dias em 21/12/2011 06:14:33
Percebam uma coisa: os taxistas do ponto da 14 de julho ficam em um local difícil de sair, porque eles ficam ali na frente da farmácia e precisam atravessar a 14 para chegar na Afonso Pena. Então, TODOS eles aproveitam o curto momento em que o sinal da 14 fecha e o da Afonso Pena abre, para aí eles saírem, sempre em alta velocidade. Eu passo por ali todo dia e todo dia vejo essa mesma cena.
 
Willian Jose em 21/12/2011 05:43:17
é uma falta de educação tremendo o transito de Campo Grande , motoclicistas ultrapassam pela direita e em alta velocidade, carros tb nao respeitam, as vezes estou andando a carro a 40,50 km h vem uns apressadinho dando faroada,nao sei pra que tanta pressa. as vezes me irrito com esse transito de Campo Grande, Muito mal educado, tenho que mudar isso.
 
Fabiano silva em 21/12/2011 05:23:22
MEU DEUS,COITADA DESSA MÃE DOIS FILHOS DE UMA VEZ SÓ ,O QUE AS AUTORIDADES COMPETENTES ESTÃO ESPERANDO PARA FAZER ALGO,QUE DEUS POSSA CONFORTAR ESTA FAMILIA.
 
ANA CRISTINA MORAES PEDRO em 21/12/2011 05:12:01
Tem de andar devagar como disse uma pessoa nestes comentários. Agora aqui em CG os motoristas são muito ruins de direção.
 
João Crisóstomo de Campo Grande MS em 21/12/2011 05:07:16
meu deus o que é isso , meus pesames para os familiares , andressa larréia força minha amiga estou morrendo de saudades de vcs isso não ta certo quanto sofrimento. sinto muito muito muito.pelo q aconteceu.
 
moises soares martins em 21/12/2011 04:56:39
Está na hora de darmos maior valor a vida e dirigir com cuidado e atençao.
 
celso marlei dos santos em 21/12/2011 04:37:11
ISSO E O QUE DA , ORIENTAR SO OS MOTORISTAS E NAO ORIENTAR O PEDRESTRE, CONCORDO COM VC VERA ROLIM...
 
INEZ COUTO em 21/12/2011 03:56:14
Eu subia a Calógeras na pista da esquerda. Um homem entrou na na pista no meio da quadra, parou e voltou pra calçada em questão de segundos, pisei no freio estava distante ainda. Se eu estivesse correndo não daria tempo. Pô, as pessoas não sabem atravessar rua c/ segurança? Tem que esperar os carros passarem e só depois atravessar. Pedestre falando no celular é um perigo tb.
 
Vera Rolim em 21/12/2011 03:13:53
nossa isso é lamentavel como que deve estar a familia dela os pais dela nesse momento,é triste ver isso essa fatalidade infelizmente vivemos isso no transito de campo grande espero que os motoristas de nossos transitos tome consiencia dessa fatalidade e começem a respeitar o transito de campo grande!bom espero q essa famila ser confortada por deus,e bom espero q essa menina descançe em paz!!!!!!!
 
Alex Sandro vilalba em 21/12/2011 02:43:21
meus pesames a familia desses dois jovens irmãos , to chocada com o trânsito de campo grande cada vez mais violento, uma dor enorme para familia, perder o filho em seguida a filha, somente DEUS para dar forças pr familia toda, descanse em paz Alessandra Larrea Barcelos da Silva e Luiz Antônio..
 
adria reis em 21/12/2011 02:34:16
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions