A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

02/11/2015 12:42

Jovem morto por PM atirou contra segurança e disse que era do PCC

Caroline Maldonado

O jovem de 21 anos baleado por um policial hoje (2), na boate Macalé, em Campo Grande, atirou contra um segurança da casa, segundo o boletim de ocorrência. Ele também se apresentou como integrante do PCC (Primeiro Comando da Capital), facção criminosa que atua nos presídios. A primeira informação era de que o rapaz teria praticado um assalto. No entanto, o registro policial diz que Diego de Oliveira foi retirado da casa, após ameaçar os seguranças, mas voltou com uma arma e atirou contra um deles. O tiro atingiu um carro, que estava estacionado em frente a boate.

Os policiais militares, que estavam de folga, chegaram nesse momento e mandaram o rapaz largar a arma, mas ele apontou para os PMs. Em seguida, os policiais efetuaram três disparos de arma de fogo contra Diego para impedir que ele atirasse novamente. Os tiros atingiram o rapaz no tórax.

Na delegacia, os policiais argumentaram que “não restava alternativa naquela iminente situação de risco à vida da vítima (o segurança), que fatalmente teria sua vida ceifada ou de outras pessoas devido o grande fluxo no local, não fosse a intervenção da equipe policial”. Quando foi retirado da casa, Diego disse que era membro da organização criminosa PCC, conforme relataram os policiais.

Diego foi socorrido pelos policiais em viatura do Batalhão de Choque e levado à Santa Casa, onde morreu. O veículo atingido pelos disparos de Diego foi retirado do local, em seguida. Segundo a polícia, não foi possível a preservação do local e do veículo para perícia, porque os policiais estavam de folga e, além disso, havia aglomeração de pessoas ao redor do carro. O veículo foi apresentado na delegacia para realização de perícia. O caso foi registrado como morte a esclarecer na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro.

Diego chegou a cumprir pena por tráfico de drogas e era procurado pela polícia. Segundo a família, ele deixa um casal de filhos. O corpo será enterrado em Rio Brilhante, onde os filhos moram com a avó. 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions