A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

16/05/2016 11:27

Jovem que matou avó será levado para "cela correcional" de presídio

Viviane Oliveira
Weikmam  em 'selfie' postada no Facebook. Ele foi preso em flagrante e ainda hoje deve ser encaminhado a um presídio. (Foto: divulgação/Facebook) Weikmam em 'selfie' postada no Facebook. Ele foi preso em flagrante e ainda hoje deve ser encaminhado a um presídio. (Foto: divulgação/Facebook)

Deve ser encaminhado ainda nesta segunda-feira (16) para um dos presídios da Capital Weikmam Agnaldo de Mattos Andrade da Silva, 21 anos, autor confesso da morte da avó na sexta-feira (13), no Bairro Itamaracá, em Campo Grande. Por medida de segurança, a Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) não vai informar para qual penitenciária o rapaz será levado. 

Durante 30 dias, o jovem deve ficar em um cela "correcional". Segundo a Polícia Civil, o jovem asfixiou Madalena Mariano de Matos Silva, 59 anos, e bateu a cabeça dela no chão até a morte.

Em seguida, ele tentou limpar o local do crime e levou o corpo da vítima para uma estrada vicinal próxima do bairro. Estranhando o sumiço de Madalena, uma sobrinha foi até a delegacia no sábado (14) para registrar boletim de ocorrência por desaparecimento.

Os investigadores, então, foram até a casa e encontraram vestígios de sangue e outros sinais do crime. Ao fim dos trabalhos, Weikmam chegou na casa.

No começo ele negou, mas depois confessou o crime, alegando que, após a morte da avó, poderia vender os pertences da casa e pagar uma dívida de R$ 3,7 mil. O rapaz foi preso em flagrante e levado para uma das celas da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da Vila Piratininga.



E ainda temos que arcar com as despesas de vagabundos como esse. Isso sim é lamentável.
 
JAB_20 em 17/05/2016 06:48:34
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions