A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

20/03/2012 08:31

Jovem que teve corpo queimado passa por cirurgia e está bem, diz hospital

Fernando da Mata

Levi da Costa foi queimado por quadrilha no bairro Morada Verde, região norte de Campo Grande, no último dia 10

Local onde jovem foi encontrado no Nascente do Segredo (Foto: Marlon Ganassin)Local onde jovem foi encontrado no Nascente do Segredo (Foto: Marlon Ganassin)

O jovem de 22 anos que teve o corpo queimado por uma quadrilha no bairro Morada Verde, região norte de Campo Grande, passou por cirurgia na Santa Casa.

Segundo a assessoria de imprensa do hospital, os médicos fizeram procedimento de retirada do tecido morto de Levi da Costa, que teve metade do corpo queimado no último dia 10. As queimaduras de segundo grau atingiram principalmente o adbômen, tórax, rosto e genitália da vítima.

Depois da cirurgia, o rapaz voltou para a ala dos queimados e o quadro de saúde dele é estável.

Por envolvimento na tentativa de homicídio, seis pessoas permanecem presas: a ex-mulher Lucilene Tavares dos Santos, de 36 anos, Thiago Misael Segóvia de Moura, 21, Thiago Vieira da Silva, 23 anos, Renato dos Santos Almeida, de 28 anos, Luiz Henrique dos Santos, de 53 anos, Luis Ricardo Vieira da Silva, 23 anos.

Segundo o delegado da 2ª DP, Weber Luciano de Medeiros, Vagner Miranda da Silva, de 34 anos, foi liberado por não ter participação direta no crime, mas provavelmente será indiciado por formação de quadrilha.

O crime - Levi da Costa foi atraído pela ex-mulher para o local onde teve o corpo incendiado. No local, outras quatro pessoas, integrantes de um grupo de tráfico de drogas, esperavam por Levi e cercaram a vítima.

A vítima foi amarrada e espancada no centro catequético de uma igreja. Em seguida, foi levada para uma rua de asfalto, onde teve o corpo incendiado.

De acordo com a investigação, Levi rolou pelo asfalto na tentativa de apagar o fogo e depois saiu correndo, entrou em um matagal e foi encontrado andando pela rua Albatroz, no bairro Nascente do Segredo. Ele foi socorrido por populares, que acionaram o Corpo de Bombeiros.

A motivação para o crime, segundo a Polícia Civil, foi uma dívida de R$ 450 que Levi tinha com o grupo de traficantes.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions