ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, SEGUNDA  15    CAMPO GRANDE 19º

Capital

Juiz manda casal de receptadores procurar emprego e fazer tratamento no Caps

Delegado arbitrou fiança para os dois, mas homem teve pagamento dispensado e para mulher o valor foi reduzido

Por Ana Paula Chuva | 10/07/2024 13:33
Casal sendo preso pela Polícia Militar na segunda-feira (Foto: Paulo Francis)
Casal sendo preso pela Polícia Militar na segunda-feira (Foto: Paulo Francis)

O juiz Luiz Felipe Medeiros Vieira mandou soltar o casal preso em um depósito cheio de objetos roubados e furtados localizado no Bairro Coronel Antonino, em Campo Grande. Os dois foram atuados por receptação e tiveram a fiança arbitrada pelo delegado Felipe Alvarez Madeira, mas do homem foi dispensada pelo magistrado e da mulher reduzida pela metade.

A prisão em flagrante aconteceu na segunda-feira (8). Equipe da PM (Polícia Militar) esteve no local que foi descoberto após suspeito de furto ser preso na região. Na casa foram encontradas dezenas de objetos entre fios, brinquedos eletrônicos, uma motocicleta, computadores, bicicletas e outros produtos.

Foi preciso um caminhão para fazer a retirada de tudo. A dona da casa, mulher de 37 anos, foi presa por receptação junto com um outro homem de 31 anos. Em depoimento, ela optou por ficar em silencio. Já ele, contou que é ex-marido da proprietária da residência e estava no local consumindo drogas, porém afirmou que não frequenta o imóvel.

À polícia ele também afirmou que muitas pessoas vão na casa, mas não conhece nenhuma delas. No dia que o local foi descoberto, um homem chegou lá por volta das 12h e levou duas máquinas que pareciam de moer carne. Ele relatou que já havia conversado com a mulher para deixar os objetos lá. Depois ele voltou com um carrinho de supermercado, mas o ex-marido da proprietária o mandou embora.

Ele alegou ainda não saber que a mulher havia comprado produtos de furto/roubo e não viu ela fazendo nenhum pagamento para as pessoas que deixavam os produtos na casa. O homem afirmou que a ex-esposa vende roupas na casa das pessoas e que duas bicicletas encontradas na residência foram compradas por ela.

O delegado plantonista arbitrou fiança de R$ 3 mil para cada um dos presos, no entanto, o juiz Luiz Felipe retirou o valor do homem e determinou que ele faça tratamento no Caps/AD (Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas). Em seguida, o alvará foi expedido.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.


Nos siga no Google Notícias