A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 18 de Abril de 2019

24/10/2018 10:07

Juiz mantém prisão de homens que faziam arrastão usando Astra

Em poder dos suspeitos, foram localizados nove celulares roubados, além de bolsas e aparelho para narguile

Viviane Oliveira

A Justiça decretou a prisão preventiva dos três suspeitos que usavam veículo Chevrolet Astra prata para roubar vítimas na rua. Na manhã desta quarta-feira (24) em audiência de custódia, o juiz Paulo Afonso de Oliveira decidiu que o grupo deve seguir atrás das grades. Em poder dos suspeitos, foram localizados nove celulares roubados, além de bolsas e aparelho para narguile. Os crimes foram registrados no Bairro Buriti e Jardim Aeroporto.  

Os presos são Jhonny Jardel Caldeira e Silva, 32 anos, Leo Heredis de Lima, 29 anos, e Victor Hugo Sguario Dudas, 21 anos. Os três serão levados para o Imol (Instituto de Medicina e Odontologia Legal). O procedimento é adotado quando há denúncia de violência ao ser preso. Segundo relatos das vítimas à polícia, Jhonny era quem descia do carro para cometer os roubos. 

Arrastão - O primeiro assalto aconteceu na Rua Antônio Bandeira, no Bairro Buriti. Duas pessoas de 26 anos, um homem e uma mulher, foram alvos da violência. Os dois tomavam tereré e fumavam narguilé na calçada, por volta das 22h quando foram surpreendidos. Conforme relataram à polícia, viram o carro passar pela primeira vez e depois o veículo voltou, em baixa velocidade. O passageiro desceu, armado, e pediu os celulares das vítimas. Ao entrar no carro, mandou que os dois olhassem para o outro lado e saíram com o veículo. As duas vítimas acionaram a polícia.

Uma hora depois, segundo o delegado Enilton Zalla, o mesmo assalto aconteceu na Rua Heitor Vieira de Almeida, no Bairro Búzios. O Astra passou pelo local e o passageiro pediu informações sobre o endereço de uma pessoa. Quatro amigos, que estavam na calçada, responderam que não sabiam. Depois da resposta, os assaltantes anunciaram o roubo. O passageiro, novamente, foi quem desceu do carro armado, pediu que os quatro virassem de costas, pegou o celular e revistou as vítimas.

Os quatro amigos também acionaram a Polícia Militar, que em rondas na região conseguiu localizar o carro. Os policiais deram ordem de parada ao motorista. Ele não obedeceu e tentou fugir Houve perseguição e para parar o carro os policiais tiveram que atirar em um dos pneus traseiro do veículo. O grupo foi preso em flagrante por associação criminosa. O veículo foi apreendido e encaminhado para a Derf (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos). Conforme o delegado, o trio já havia cometido crimes de furto e roubo.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions