ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, TERÇA  28    CAMPO GRANDE 23º

Capital

Justiça decreta prisão de padrasto que colocou menina em máquina de lavar

Por Filipe Prado | 30/10/2013 19:53

Foi decretada a prisão preventiva do padrasto da criança que foi espancada e teve a cabeça colocada em uma máquina de lavar roupas ligada. O acusado já havia praticado violência quando adolescente.

A prisão foi decretada ontem (29) a pedido do Ministério Público Estadual, por sequestro e cárcere privado. Jhonnis Alberto Gomes Corrêa foi denunciado pela mãe da menina, uma criança de 2 anos e 4 meses.

A mãe já conhecia há algum tempo, mas somente na terça-feira (22) que ela se mudou para a casa dele. Ela relata que o ex-namorado no dia seguinte já começou a se incomodar com a criança e reagiu com agressões.

Após alguns dias a mãe conseguiu convencer Jhonnis que iria embora, e não o denunciou porque ele a manteve em cárcere privado. No domingo (27) o caso foi descoberto, após ela enviar uma mensagem sobre o acontecido para um amigo.

Nos siga no Google Notícias