A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

15/07/2013 23:22

Ladrão diz não gostar de trabalhar e que voltará ao crime quando for solto

Nyelder Rodrigues
Material furtado foi recuperado pelos policias militares do Pelotão da Vila PopularMaterial furtado foi recuperado pelos policias militares do Pelotão da Vila Popular
Alex Brites, conhecido com Bit, tem apenas 20 anos, mas acumula mais de 30 passagens pela políciaAlex Brites, conhecido com Bit, tem apenas 20 anos, mas acumula mais de 30 passagens pela polícia

Não é de hoje que Alex Brites Ferreira Vaz, conhecido como Bit, de 20 anos, prefere cometer crimes ao invés de tentar um emprego para se sustentar.

Figura conhecida na região do bairro Ana Maria do Couto, região oeste da Capital, Bit já conta com 30 passagens pela polícia, e mais uma vez foi preso esta noite.

Já acostumado com viaturas e delegacias, ele foi detido pela Polícia Militar (PM) esta noite por furto. Já na delegacia, ele afirmou que não gosta de trabalhar, e por isso quando sair da cadeia, voltará ao mundo do crime.

No caso desta segunda-feira (15), Alex estava na avenida José Barbosa Rodrigues, quando foi reconhecido pela equipe do Pelotão da Vila Popular. Como ele estava com materiais furtados, tentou fugir.

Bit adentrou uma mata durante a fuga, deixando para trás bicicleta, TV 32 polegadas, notebook, netbook e fone de ouvido. Todo material foi recuperado pela PM. Para encontrar o ladrão, os policiais monitoraram a movimentação na mata e conseguiram prende-lo assim que ele saia do local.

Ele confessou que tudo foi furtado de uma casa que ele arrombou, ainda nesta noite, no bairro Silvia Regina. Ele levou os policiais até a residência, onde o morador reconheceu os objetos todos como dele.

Bit foi levado pela PM para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro, preso em flagrante por furto qualificado.

Prefeitura e TJ prorrogam renegociação de dívidas ajuizadas até 3ª
O programa de refinanciamento de dívidas da Prefeitura de Campo Grande foi prorrogado até o dia 19 de dezembro, a próxima terça-feira, no Centro de C...
Homem tem corpo queimado em acidente doméstico e morre na Santa Casa
Após dois dias internado, José Loureiro da Cruz, 49 anos, morreu por volta das 6h30 desta sexta-feira (15) na Santa Casa em decorrência de acidente d...


Claro, pra que acordar cedo pra ganhar uma merreca de salário mínimo de segunda a sábado, se tem os trouxas que compra tudo, e ele pode ir lá facinho e roubar...
Bandido safado, tinha que morrer tudo essas praga.
 
Kari Oliver em 16/07/2013 10:07:34
ESPERO Q QUANDO ELE VOLTAR A COMETER OS FURTOS ENCONTRE ALGUÉM QUE DE UM FIM NELE, PRINCIPALMENTE SE ELE FOR PEGO COM A BOCA NA BUTIJA, AI EU QUERO VER, JA QUE CADEIA PRA ELE É SÓ DE PASSAGENS!!!

VOU FICAR NA TORCIDA P/ QUE O PRÓXIMO FURTO SEJA NA CASA DE UMA PESSOA Q ESTEJA PREPARADO, SÓ ESPERANDO O MOMENTO CERTO!!!!!!
 
CRIS. ALVES em 16/07/2013 09:10:23
Fala serio hein Justiça, mais de 30 passagens, foi pego em flagrante e ainda confirma que vai roubar mais quando sair... vê se deixa esse preso, porque começa assim, rouba e depois mata...
 
Flavia Garcia em 16/07/2013 08:24:03
Isso aí só tem dois jeitos: 1- Põe esse bandidinho pra trabalhar forçado, roçando mato em beira de rodovia, em prisão perpétua; 2- Mata. Como o primeiro castigo deve ser maior pra ele, afinal, morrer seria muito fácil e sem esforço, passou da hora de colocarem uma enxada na mão dele. Se não fizerem isso, alguém vai matar ele "aqui fora". Não que me fará falta, mas é só um alerta... Aliás, todos os presos deveriam trabalhar forçado, mas aqui no Brasil os Direitos "Dosmanos" não deixa. Nós, pessoas de bem, podemos e devemos trabalhar, eles não. Mas podem ficar o dia inteiro ordenando crimes por celular de dentro da cadeia contra quem trabalha. TRABALHO FORÇADO JÁ!
 
Paulo Medeiros em 16/07/2013 08:05:31
o que dizer deste traste, nem merece!!!!!!!!!!!!!!!
os culpados foi quem colocou no mundo e não soube educar!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
 
idevaldo de jesus em 16/07/2013 07:44:55
Já que ele não gosta de trabalhar, se algum psicólogo conseguir convencê-lo que roubar dá trabalho, talvez ele pare de roubar.
 
Aldo Silva Rocha em 16/07/2013 07:35:37
Por isso sou a favor da pena de morte.
 
jose da silva em 16/07/2013 07:19:59
DAQUI UNS DIAS VAI ESTA COMETENDO MAIS UM FURTO.... ASSIM É NOSSA SEGURANÇA NESTA CIDADE?????
 
ely monteiro em 16/07/2013 06:19:34
Se todo mundo que não gosta de trabalhar for roubar, nós estaremos fritos, já basta a maioria dos nossos políticos que fazem como o "bit".
 
marcos cesar de souza em 16/07/2013 01:19:19
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions