A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 26 de Setembro de 2018

30/03/2018 09:40

Ladrões mortos pelo Batalhão de Choque tinham 18 e 15 anos

A ação envolveu helicópteros e cães farejadores na divisa dos bairros São Conrado e Tijuca, em Campo Grande

Guilherme Henri e Viviane Oliveira
Policiais do Batalhão de Choque isolando área onde bandidos fugiram (Foto: Paulo Francis)Policiais do Batalhão de Choque isolando área onde bandidos fugiram (Foto: Paulo Francis)

Um dos bandidos mortos no confronto com a Polícia Militar na tarde de ontem (29) era um adolescente de 15 anos. A polícia não revelou o nome dele apenas do comparsa identificado como Gabriel César Viana Ribeiro, 18 anos, que também morreu na troca de tiros.

A ação envolveu helicópteros e cães farejadores na divisa dos bairros São Conrado e Tijuca, em Campo Grande. O confronto foi com policiais do Batalhão de Choque, que foram chamados para dar apoio a uma ação do 1º Batalhão de Polícia Militar, que atua na região sul da cidade.

Detalhes da ação serão revelados ainda nesta manhã pelo comandante do Choque, Marcus Vinicíus  Pollet. Porém, o comandante adiantou que ambos os mortos tinham passagens por furto no dia 11 deste mês. Já Gabriel também era conhecido pela polícia por ter cometido um roubo.

Tiros - Os bandidos furtaram uma motocicleta Falcon, no residencial Aquarius II, na última terça-feira (27).

Com o veículo, a dupla armada cometeu diversos furtos e roubos em Campo Grande, segundo a polícia. Os dois foram encontrados pela polícia nesta tarde, depois de 2 assaltos de celulares no Jardim Aeroporto e um de bolsa no nova Campo Grande onde foram feitos disparos de arma de fogo, sem vítimas. A ação também contou com o apoio da Guarda Municipal.

Gabriel César Viana Ribeiro, 18 anos (Foto: Arquivo Pessoal/ Facebook)Gabriel César Viana Ribeiro, 18 anos (Foto: Arquivo Pessoal/ Facebook)
Equipe da patrulha área durante perseguição na tarde de ontem (Foto: Paulo Francis)Equipe da patrulha área durante perseguição na tarde de ontem (Foto: Paulo Francis)

“Cena de filme” - Foi então que a perseguição começou. Os bandidos fugiram pela estrada conhecida como “Cabriteira”, que termina no bairro São Conrado. Policiais do 1º BPM pediram apoio e logo militares do Batalhão de Choque e da patrulha aérea chegaram. O cerco foi fechado e os bandidos abandonaram a Falcon próxima a um córrego e fugiram em meio a mata.

O local foi isolado e enquanto o helicóptero sobrevoava a área, militares caçavam a pé os bandidos. A “cena de filme” foi acompanhada de perto por moradores da região, que não escondiam a inquietação e o medo.

Por segurança, a equipe de reportagem não foi autorizada a entrar na área isolada. Minutos depois, foi possível ouvir pelo menos 10 disparos. Em seguida, militares deixaram a mata às pressas com os dois bandidos baleados. A cena foi aplaudida pelos moradores.

Os ladrões foram socorridos ao Hospital Regional. Um acabou não resistindo. O outro chegou a ser internado, mas morreu menos de uma hora depois.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions