A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 18 de Agosto de 2018

21/12/2016 14:52

Ladrões “policiais” agem novamente e roubam R$ 4 mil de padaria

Este é o segundo caso de roubo registrado nesta semana, envolvendo 'falsos policiais"

Luana Rodrigues

Comerciante de 64 anos foi vítima de dois bandidos na manhã desta quarta-feira (21), no bairro Willian Maksoud, em Campo Grande. Segundo a vítima, os criminosos se apresentaram como policiais, exigiram o pagamento de propina e em seguida roubaram dinheiro do comércio. Este é o segundo caso envolvendo falsos policiais que estavam em um Celta prata nesta semana, na Capital.

Conforme o boletim de ocorrência, o idoso disse que estava abrindo a padaria por volta das 6h, quando dois homens chegaram em um Celta, cor prata, pararam em frente ao comércio.

De dentro do carro, um dos homens pediu cigarro, mas o comerciante disse que não iria entregar. O autor então desceu do veículo e disse que era policial, apresentando um papel com o brasão da Polícia Civil.

O criminoso então exigiu que a vítima entregasse R$ 4 mil para que não fosse preso. A vítima se negou a entregar o valor, momento em que o autor invadiu o comércio e roubou o dinheiro e um maço de cigarros.

Outro caso – Na segunda-feira (19), criminosos roubaram um comércio na Vila Nasser. Pelas características indicadas pelas vítimas, os bandidos eram os mesmo que praticaram o roubo hoje.

No primeiro crime, os criminosos também fingiram ser policiais e cobraram R$ 20 mil de propina à dona do bar por ele estar vendendo cigarros. Como a vítima não tinha o dinheiro, os criminosos fugiram levando objetos do local.

De acordo com informações do boletim de ocorrência, a comerciante de 63 anos contou que estava os dois homens chegaram em um veículo Celta de cor prata, dizendo que eram policiais e que iriam prender o casal pela venda de cigarros.

Ainda conforme a vítima, um deles era bastante agressivo e dizia que iria prender o marido dela, caso não pagassem R$ 20 mil em propina. Como o casal disse que não tinha o dinheiro, a dupla pegou alguns objetos do comércio e fugiu.

Não há detalhes sobre o que exatamente os criminosos levaram. Segundo as vítimas, os dois homens eram brancos, um deles alto, aparentando ter 35 anos, o outro baixo, forte, e aparentava ter 55 anos. Ainda segundo relatos, a estava com algemas e arma na cintura.

O caso foi registrado como roubou majorado pelo emprego de arma e será investigado pela 2ª Delegacia de Polícia Civil.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions