ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, SÁBADO  15    CAMPO GRANDE 22º

Capital

Ladrões usam uniformes de operadoras e equipamentos para furtar fiação

Dois homens foram presos em flagrante, passaram por audiência de custódia e vão permanecer atrás das grades

Por Viviane Oliveira | 13/05/2024 11:55
Imagem da Rua Luxemburgo no distrito de Anhanduí (Foto: reprodução)
Imagem da Rua Luxemburgo no distrito de Anhanduí (Foto: reprodução)

Com uniformes de uma empresa de telefonia, dois homens, de 37 e 18 anos, foram presos furtando fios de energia no fim de semana, na Rua Luxemburgo, no distrito de Anhanduí, em Campo Grande. Eles passaram por audiência de custódia na manhã desta segunda-feira (13) e tiveram as prisões em flagrante convertidas em preventiva.

Conforme boletim de ocorrência, a equipe policial fazia rondas pela região, quando avistou um Fiat Palio, de cor prata, estacionado na via, adesivado com o nome de uma empresa de telefonia. Próximo ao carro, foram localizados os dois homens uniformizados furtando cabos de telefonia.

Eles utilizavam equipamentos de segurança e escada. Enquanto um escalava o poste e cortar a fiação, o outro enrolava os fios. Indagado, o rapaz mais novo disse que foi contratado pelo comparsa para realizar o serviço. No começo do mês, um deles já havia participado de outro furto de fios na mesma região na companhia de outros dois ladrões. Na ocasião, eles também utilizavam uniformes de empresa de telefonia e veículos caracterizados.

Em audiência de custódia, o autores disseram que os fios furtados seriam entregues em um bar, numa região conhecida como favela do Tijuca, para um homem identificado como José, vulgo Negão, que seria o chefe do esquema, morador do Bairro Caiobá. Os dois não souberam indicar o endereço correto de Negão.

O estabelecimento que comercializar fios de cobre sem a comprovação da procedência ou origem pode sofrer multa de R$ 10 mil, além da reclusão de 1 a 4 anos, cassação do alvará de atendimento do proprietário e sócio por 10 anos.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias