A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

10/03/2014 11:34

Laudo do IMOL reforça que menina de 14 anos foi estuprada pelo pai

Graziela Rezende

O exame de corpo de delito, realizado na adolescente de 14 anos, que estava sendo estuprada pelo pai desde os nove anos, em Campo Grande, apontou que a menina não é mais virgem e que o rompimento do hímen não é recente. A informação já foi repassada a Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e o Adolescente), embora o laudo oficial ainda não esteja pronto, segundo um dos investigadores do caso.

“O resultado que já nos repassaram, em caráter informal, só reforça o que a jovem disse à Polícia, sobre os estupros ocorridos há cinco anos. Agora, a nossa preocupação é descobrir se ele cometia o mesmo crime com a irmã da menina, atualmente com 11 anos de idade”, afirma o policial.

O delegado Paulo Sérgio Laureto já pediu a conversão da prisão temporária em preventiva. A pena para o crime hediondo varia de seis a dez anos de reclusão. Ele possui antecedentes criminais por violência doméstica e permanece em uma cela da Derf (Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos), à disposição da Justiça.

Crime – Há quatro dias, o jardineiro M.C. foi preso em flagrante, quando a mãe da menina o viu na cama com a vítima. O casal estava separado e o pai chegou ao local, no bairro Los Angeles, para visitar os cinco filhos. No entanto, ele foi direto ao quarto da adolescente e a mãe estranhou a demora. Quando abriu a porta, encontrou a menina nua e o pai deitado na cama.

 



Nossa esta menina já tinha 14 anos e não denunciou? É um absurdo, com essa idade a pessoa já é consciente de seus atos, quanto este "pai" tomara que fique longos anos detidos, se fez isso com a filha imagina com o resto da sociedade. afff
 
Laura Vicente em 10/03/2014 12:12:57
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions