ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, SÁBADO  22    CAMPO GRANDE 24º

Capital

Lei cria programa Pré-Natal Masculino para incentivar paternidade responsável

Funcionários dos postos serão treinados para orientar pais a acompanharem exames pré-natal

Por Caroline Maldonado | 22/04/2024 09:22
Médico faz exame de ultrassom em mulher grávida (Foto: Campo Grande News/Arquivo)
Médico faz exame de ultrassom em mulher grávida (Foto: Campo Grande News/Arquivo)

Lei publicada nesta segunda-feira (22) cria o programa Pré-Natal Masculino em Campo Grande. O objetivo é promover eventos para capacitar, sensibilizar e atualizar os profissionais e usuários da saúde, tornando mais efetiva a participação dos pais no acompanhamento e em exames pré-natal.

A Lei 7.228 vale tanto na rede pública quanto na rede privada para garantir paternidade responsável, cuidadora e presente. A paternidade afetiva é importante no desenvolvimento físico, emocional e social dos filhos, conforme o texto da lei.

O programa visa também fortalecer e apoiar as famílias, ampliando o envolvimento dos homens no cuidado com a mãe, com a criança e com o adolescente. Além disso, é objetivo da lei aumentar o autocuidado, contribuir para a redução da mortalidade e das doenças agudas e/ou crônicas e possibilitar melhorias na qualidade de vida.

A lei prevê que o pré-natal masculino leve em consideração, especialmente, a realidade socioeconômica das pessoas que constituem o núcleo de parentalidade. A proposta de lei surgiu na Câmara Municipal. O projeto foi elaborado pelo vereador Jamal Salem, o “Dr. Jamal” (MDB).

As unidades de saúde deverão desenvolver ações de caráter educativo no pós-parto imediato, junto às mães e aos pais ou parceiros, visando o estímulo ao aleitamento materno, à imunização, à dosagem do PKU-T4 (Teste do Pezinho), entre outros.

Também está entre os objetivos do programa estimular, junto às UBSs (Unidades Básicas de Saúde) e UBSFs (Unidades Básicas de Saúde da Família), a cobertura vacinal no primeiro ano de vida, através do início do esquema vacinal no berçário.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias