ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, SEXTA  19    CAMPO GRANDE 22º

Capital

Mãe apela a agiotas para não emprestarem à filha

Segundo a manicure de 44 anos, a filha já deve para 10 agiotas, mais de R$ 20 mil

Por Ana Beatriz Rodrigues | 12/01/2024 15:47
Publicação feita em grupo de classificados do Facebook com 44 mil membros (Foto: Reprodução)
Publicação feita em grupo de classificados do Facebook com 44 mil membros (Foto: Reprodução)

Desesperada, a mãe de uma jovem resolveu publicar nas redes sociais um apelo aos agiotas de Campo Grande. Manicure, ela exibe foto da filha e, em letras garrafais, pede: “NÃO LIBEREM DINHEIRO PARA ELA”.

Segundo a mulher de 44 anos, que terá o nome preservado para evitar a identificação da filha, a jovem deve para “mais de dez agiotas”, o que supera R$ 20 mil. Por isso, a família está muito preocupada. Na avaliação da mãe, o caso já ficou tão grave que criou uma dependência dos empréstimos a juros muito altos.

A manicure não pede dinheiro, não faz vaquinha. Ela apenas tenta sensibilizar quem empresta a não ceder aos pedidos da filha que se perdeu por conta de apostas on-line. “Tudo começou por causa do Jogo do Tigre. Esse jogo acabou com a vida dela”, garante.

O game de cassino on-line funciona como caça-níquel e promete altos ganhos. Ficou famoso no Brasil com propaganda de influencers, apesar de desrespeitar a Lei de Contravenções Penais, por ser considerado jogo de azar.

Ameaças - Como sabe que normalmente dívidas para agiotas acabam muito mal, com agressões e até morte, a mãe resolveu tornar a história pública. O problema piora porque a família toda está na mira, inclusive o genro, diz. “Ela coloca endereço da minha casa como referência, ameaça o marido dela se não pagar. Semana passada veio um agiota aqui e ia bater na minha outra filha, achando que era ela. Ele só não fez isso porque a minha filha mostrou o documento dizendo que não era, ele ameaçou voltar e pipocar minha casa se ele não recebesse”, diz.

A filha de 32 anos também é manicure e está grávida de seis meses, sem qualquer enxoval, conta. "Até agora não conseguimos comprar nada para o bebê, porque todo dinheiro que entra só vai pra pagar juros e parcelas de agiotas".

Como manicure, ela não tem muito dinheiro para ajudar no pagamento, mas comenta que está fazendo de tudo, junto com o marido da filha, para cobrir o rombo.

Depois de conversar com o Campo Grande News, a mulher resolveu apagar a postagem, a pedido do genro.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News.

Nos siga no Google Notícias