ACOMPANHE-NOS    
JULHO, QUINTA  29    CAMPO GRANDE 

Capital

Mãe procura menina de 12 anos que sumiu na quarta-feira

Ela estava na casa do avô paterno, enquanto os pais iam trabalhavam, no bairro Coophavilla II

Por Yarima Mecchi | 28/01/2017 17:49
Taynara Aquino da Silva, de 12 anos. (Foto: Direto das Ruas)
Taynara Aquino da Silva, de 12 anos. (Foto: Direto das Ruas)

Há três dias Márcia de Assis Silva, de 37 anos, está a procura da filha Taynara Aquino da Silva, de 12 anos. A menina que desapareceu na quarta-feira (25) e até o momento não deu notícias. De acordo com a mãe, a menina ficava na casa do avô paterno enquanto os pais iam trabalhar, no bairro Coophavilla II.

"Ela colocou o celular para carregar, por volta das 9h segundo meu sogro disse, e subiu a rua. Ele perguntou onde ela estava indo, mas não respondeu e continuou subindo. Como ela nasceu aqui no bairro, ele não foi atrás porque achou que estava indo na casa de alguém", relatou.

As últimas imagens da menina foram registradas pelo circuito interno de segurança de uma lanchonete da rua, às 13h41. Segundo Márcia, a filha está de férias, mas durante o ano estuda de manhã e participa de um projeto durante a tarde. "É um projeto para as crianças não ficarem nas ruas. Ela disse para uma amiguinha do projeto que um rapaz maior de idade pediu ela em namoro, mas ele já foi na delegacia prestar depoimento", destacou.

Últimas imagens da menina foram registradas pelo circuito interno de segurança de lanchonete. (Foto: Divulgação)
Últimas imagens da menina foram registradas pelo circuito interno de segurança de lanchonete. (Foto: Divulgação)

Ainda conforme relato de Márcia, fotos da menina já foram distribuídas por bairros da região e ela recebeu a informação de que a filha estaria no bairro Jardim Tijuca em companhia de um rapaz branco, tatuado e que tinha uma bicicleta azul.

"Nós fomos até lá e não encontramos nada. Sempre ligam e a gente vai atrás. Minha filha é uma menininha, ela nunca andou de ônibus sozinha, nunca saiu de casa sozinha. Alguém fez a cabeça dela", disse emocionada.

Informações podem ser repassados no celular de Márcia pelo celular (067) 99284-7119.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário