ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, QUARTA  20    CAMPO GRANDE 23º

Capital

Mais de 70 mil pacotes de cigarros foram apreendidos no fim de semana no Estado

Por Renata Volpe Haddad | 30/06/2015 21:05
Mais de 70 mil pacotes de cigarros contrabandeados foram apreendidos no fim de semana em MS. (Foto: Divulgação)
Mais de 70 mil pacotes de cigarros contrabandeados foram apreendidos no fim de semana em MS. (Foto: Divulgação)

Nos últimos dias, foram apreendidos mais de 70 mil pacotes de cigarros contrabandeados pelo Paraguai, em Mato Grosso do Sul, durante ações realizadas pelo DOF (Departamento de Operações de Fronteira) e a Polícia Militar Rodoviária.

Na noite de domingo (28), o DOF montou um bloqueio rotineiro na MS-384, entre os municípios de Bela Vista e Antônio João. Os policiais deram ordem de parada ao condutor de uma carreta cor branca, que não obedeceu, tentou atropelar os policiais e fugiu em alta velocidade.

Houve perseguição, e durante o tempo todo o condutor da carreta tentou colidir com a viatura do DOF. O veículo foi abandonado às margens da rodovia e o motorista fugiu pelo mato, não sendo localizado. A carreta estava carregada com 42,5 mil pacotes de cigarros contrabandeados do Paraguai.

A outra apreensão foi realizada pela Polícia Militar Rodoviária na MS-166, na região de Ponta Porã, no início da manhã de sexta-feira (26). No local foi abordado um caminhão vermelho, com placas de Araranguá (SC), que seguia sentido Guia Lopes da Laguna.

O condutor do veículo de 29 anos, informou aos policiais que transportava diversos pacotes de cigarros de origem estrangeira, que foram pegos em um posto de combustíveis desativado de Ponta Porã e que seriam levados para Três Lagoas, onde ele receberia R$ 2 mil pelo transporte. Em vistorias à carroceria do caminhão foram contabilizados 27,5 mil pacotes de cigarros de diversas marcas. O condutor foi preso e o veículo e a mercadoria apreendidos.

Na abordagem, um homem de 31 anos também foi detido, conduzindo uma pick-up de cor vermelha. Com um rádio transmissor operando na mesma frequência do caminhão, ele batia a estrada e passava informações ao motorista do caminhão, sobre a presença ou não de polícia no caminho.

Os acusados, os veículos e os cigarros foram encaminhados à Delegacia da Polícia Federal de Ponta Porã, para as providências cabíveis. De acordo com o DOF, as cargas e os veículos, juntos estão avaliados em quase R$ 3 milhões.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário