A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

19/06/2013 15:07

Manifestação com “almoço” continuou hoje na reitoria da UFMS com 200 alunos

Mariana Lopes

Aproximadamente 200 acadêmicos ocuparam a frente da reitoria da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), no final da manhã de hoje (19), e continuaram a servir “almoço” aos estudantes em forma de protesto contra o corte de verba destinada ao RU (Restaurante Universitário). A manifestação começou ontem, organizada pelo DCE (Diretório Central Estudantil) da instituição.

Além do “almoço”, que no cardápio trazia arroz à grega, os acadêmicos também foram munidos de cartazes que manifestavam a insatisfação com a forma que a UFMS conduz o Restaurante Universitário, que atende a 1,2 mil estudantes da universidade. “Não, assim não dá, R$ 6,60 é muito caro para pagar”, traziam os cartazes.

Segundo a acadêmica de Matemática e integrante do DCE Andrea Eloisa Pereira, 24 anos, a Reitoria da UFMS ainda não deu nenhuma resposta aos universitários, que prometem prosseguir com o protesto em diversos locais da instituição até que o reitor acate as reivindicações dos estudantes sobre o RU.

Nos próximos três dias, o grupo de universitários deve se juntar à marcha de manifestantes que ganhou as ruas do Brasil todo e se estende às ruas de Campo Grande. O primeiro ato de protesto da Capital acontece amanhã (20), com concentração na Praça do Rádio, a partir das 17h.

“Se tudo der certo, vamos sair todos juntos em passeata da UFMS até a praça, e lá vamos protestar também sobre o RU”, afirma a acadêmica Andrea Eloisa.

Nesta segunda-feira (17), os acadêmicos foram informados que a verba destinada ao pagamento de almoço diário de 1,2 mil estudantes no Restaurante Universitário havia sido cortada.

Com isso, desde ontem, 800 universitários que não pagavam nenhum centavo pela refeição do meio-dia vão ter que pagar metade do preço: R$ 3,30. Os outros 400, que tinham bolsa parcial, terão que tirar do bolso R$ 6,60.



Fazendo uma ressalva o valor que os acadêmicos bolsistas pagam, não é a metade, R$ 3,30 e sim R$ 2,50!
 
ANDRÉA ELOÍSA PEREIRA em 19/06/2013 23:33:10
É de arrepiar! Tá feia a coisa!
 
Christiane Mesquita em 19/06/2013 22:51:03
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions