ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SÁBADO  24    CAMPO GRANDE 31º

Capital

Mantida em cárcere para fazer sexo, jovem foge pulando janela

Ela diz que vendia bala na rua, quando foi abordada por um homem e combinaram de sair

Por Alana Portela | 15/03/2021 08:08
O caso foi registrado na Casa da Mulher Brasileira. (Foto: Henrique Kawaminami)
O caso foi registrado na Casa da Mulher Brasileira. (Foto: Henrique Kawaminami)

Uma jovem de 20 anos foi mantida em cárcere privado após fazer sexo com um desconhecido, em Campo Grande. Tudo aconteceu na noite de ontem (14), na Orla Morena.

A vítima conta que vendia balas quando foi abordada por um homem desconhecido. Durante a conversa, o autor perguntou a ela se queria fazer sexo com ele. A jovem aceitou e os dois saíram do local.

De lá, foram para um galpão onde tiveram a relação, porém na hora de ir embora, ele não quis deixá-la sair do local. Assustada com a situação, ela aproveitou um momento de distração do homem para pular uma janela do local e pedir ajuda na rua.

Após conseguir escapar, a vítima encontrou sua mãe que é de Corumbá e tinha vindo para Campo Grande a sua procura passando pela região. Ao vê-la, a jovem relatou o que havia acabado de acontecer, momento em que a mãe acionou uma viatura do Corpo de Bombeiros.

Quando os bombeiros chegaram, levaram a jovem até a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Universitário, onde ela relatou o ocorrido e tomou um coquetel, pois revelou que não usou preservativo durante a relação.

A polícia foi acionada, porém a jovem não quis dar muito detalhes do ocorrido, alegando que não recordava o endereço do galpão. Aos policiais a jovem ainda afirmou que a relação foi consentida.

A situação virou caso de polícia e foi parar na Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher), mas embora a vítima tenha relatado que estava sendo impedida de sair do local, o boletim de ocorrência foi registrado somente como caso de constrangimento ilegal.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário