A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 22 de Setembro de 2018

15/02/2018 15:14

Médico que "atendia" no HU e em clínica ao mesmo tempo é denunciado

Conforme a acusação, profissional atendia em consultório particular mesmo com contrato em regime de exclusividade

Gabriel Neris
MPF denunciou médico por atender em consultório ao mesmo horário que deveria estar no HU (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo)MPF denunciou médico por atender em consultório ao mesmo horário que deveria estar no HU (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo)

O MPF (Ministério Público Federal) denunciou um cirurgião plástico de Campo Grande por estelionato majorado. O médico trabalhava no Hospital Universitário em regime de exclusividade entre julho de 2006 e julho de 2011. Porém, o órgão diz que há documentos comprovando atendimentos regulares em consultório particular, na maioria dos casos no mesmo horário de frequência do hospital.

Conforme o MPF, o registro de frequência era das 7h às 11h e das 13h às 17h. O médico, que teve o nome preservado, assinou declaração garantindo que não mantinha atividade particular ou como autônomo. O profissional também firmou um termo de compromisso assumindo o compromisso de não exercer outra atividade remunerada.

O MPF afirma que o médico foi beneficiado com o pagamento de R$ 217 mil, referente a salários integrais, causando prejuízo à União, mediante fraude, consistente no fornecimento de falsas informações em registros de controle de frequência com o objetivo de aparentar que cumpria a jornada de trabalho exigida. O médico foi denunciado no artigo 171 e pode perder o cargo público.

A assessoria de comunicação do Hospital Universitário informou que vai apurar a situação para se manifestar posteriormente.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions