A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

21/10/2014 14:57

Médicos ameaçam suspender cirurgias e atendimento no ambulatório

Filipe Prado

Durante assembleia na noite de ontem (21), no Sinmed (Sindicato dos Médicos de Mato Grosso do Sul), os médicos da Santa Casa decidiram deflagrar uma greve a partir do dia 28, caso não seja resolvido o problema com os salários. Eles reivindicaram a falta de reajuste há três anos, acarretando um déficit de 20%.

Conforme a assessoria de imprensa, a Santa Casa reteve 50%, no mês de agosto, dos honorários médicos prestadores de serviços. Já no mês passado a retenção foi de 30%.

Caso não haja acordo entre ambas as partes, até o dia 27 deste mês, os médicos irão parar 70% das atividades, iniciando pelo atendimento ambulatório e cirurgias eletivas. Os outros setores aderirão a greve gradativamente, não comprometendo a saúde da população.

Foi decidido durante a assembleia que a Santa Casa efetue o pagamento imediato dos valores retidos em agosto e setembro. Também pediram um acordo com o Sindhesul (Sindicato dos Estabelecimentos de Saúde) com negociação salarial conforme apresentado em proposta ao desembargador Nery Azambuja.

Os médicos requereram a garantia do pagamento regular das horas extras e a participação de dois médicos na diretoria da ABCG (Associação Beneficente Campo Grande).



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions