A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 16 de Janeiro de 2018

15/08/2016 15:37

Menina de 16 anos diz que era estuprada pelo pai e irmão no Itamaracá

Guilherme Henri
Caso está na Delegacia Especializada de Proteção a Criança e ao Adolescente (Foto: Guilherme Henri)Caso está na Delegacia Especializada de Proteção a Criança e ao Adolescente (Foto: Guilherme Henri)

Uma menina de 16 anos disse a polícia que era estuprada pelo pai e irmão há pelo menos seis anos em Campo Grande. Os suspeitos, de 41 e 20 anos, foram presos preventivamente no domingo (14), em uma residência localizada no bairro Itamaracá.

O caso é investigado pelo delegado titular da Depca (Delegacia Especializada de Proteção a Criança e ao Adolescente), Paulo Sergio Lauretto. Segundo ele, a menina foi internada na Santa Casa com hemorragia na quarta-feira (10).

“Ela disse aos médicos que tentou um aborto. Porém, depois de exames, os médicos encontraram restos de um tubo de lubrificante dentro de seu órgão íntimo. Questionada, ela revelou que era estuprada pelo pai e o pelo irmão desde os 10 anos”, disse o delegado, destacando que o tubo teria sido colocado pelo irmão.

A prisão preventiva dos dois foi decretada. Ao delegado, a menina disse que estava com muito medo dos suspeitos.

“Os dois foram ouvidos e negaram tudo. O pai ainda alegou que a menina tem raiva dele, pois ela o culpa pela morte de sua mãe, que era cardíaca”, relata.

Além deles, uma tia foi ouvida e confirmou a história sobre a mãe da menina. Contudo, disse que seu irmão tem problemas com drogas e é violento.



Acho monstruoso porém acho também estranho pois uma jovem com 16anos já é bem capaz de denunciar tal abuso.
 
Val Lopes em 19/08/2016 00:02:43
Enquanto no for aprovada a lei que institua a Pena de Morte (legalizada) em nossa Pátria, este tipo de monstruosidade continuará a proliferar em todos os cantos do País. Porque este tipo de pessoa não tem recuperação alguma.
 
Ezequiel em 15/08/2016 16:55:57
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions