A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

21/12/2010 16:20

Mensalidade escolar em Campo Grande deve subir 10% em 2011

Jorge Almoas

Em alguns casos, preço pode chegar a R$ 960,00

Para quem já começou a fazer a se programar sobre os compromissos financeiros para o início do próximo ano, o valor das mensalidades escolares deve subir em média 10% nas escolas particulares de Campo Grande.

O Campo Grande News pesquisou o valor a ser cobrado nas escolas mais tradicionais de Campo Grande e constatou que algumas o aumento chega a 11%. Em outras instituições, o acréscimo não atinge 1%.

No Colégio Mace, os valores para matrícula ainda são os praticados em 2010. No entanto, de acordo com a assessoria de imprensa, o acréscimo nas mensalidades para 2011 deve ser, em média, de 8%. Atualmente, o preço para os últimos anos (6° ao 9° ano) no ensino fundamental é R$ 367,50. O ensino médio chega a R$ 426,12.

Com valores mais modestos, as escolas da rede Funlec não terão aumento para 2011. Os preços terão acréscimo médio de 1%, com o preço mais caro em R$ 590,00 para o terceiro ano do ensino médio.

No outro extremo, o Colégio Alexander Fleming, tido como reduto da elite, os valores serão bem mais “salgados”, com aumento médio de 11%. A educação infantil, em séries como Maternal e Jardim, o valor é de R$ 600,00. Neste ano, o preço é de R$ 540,00.

Para o ensino fundamental, os pais terão que desembolsar, em média, R$ 680,00, enquanto no ensino médio, o preço chega a R$ 960,00.

O Procon costuma realizar pesquisa da mensalidade escolar no início do ano, o que serve como orientação para os pais que vão decidir pela melhor escola, considerando o custo da educação.

 Mensalidade escolar em Campo Grande deve subir 10% em 2011

Dicas - O Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor) orienta sobre os direitos na hora de fazer a matrícula (ou rematrícula) nas escolas. A principal dica é sobre cobranças ilegais.

Em alguns casos, as escolas querem cobrar uma taxa de matrícula, que funciona como uma 13ª parcela, no caso de cursos anuais. Tal prática, na avaliação do Idec, é ilegal e abusiva. O instituto alerta que o valor da matrícula (ou rematrícula) deve estar incluído nas parcelas, sejam para curso semestral ou anual.

No caso da reserva de vaga, o consumidor deve estar atento. Se o aluno não tiver nenhuma pendência acadêmica ou financeira, o mesmo tem direito à vaga na escola, ou seja, a cobrança para pré-matrícula é incorreta.

Mas se o aluno tem débitos com a escola, a instituição pode recursar a renovação da matrícula. Porém, não pode reter documentos necessários para a transferência, por exemplo.

Uma outra dúvida a respeito de matrícula é sobre devolução do valor pago no caso de desistência. Se o aluno desistir antes do início das aulas, ele tem direito a receber o valor pago na matrícula, ainda que o contrato fixe perda da quantia paga.

A instituição pode cobrar multa pela desistência desde que não exceda 10% do valor proporcional aos meses restantes do período letivo.

Para receber atendimento a respeito dos direitos do consumidor no que diz respeito às escolas, o cidadão pode procurar a delegacia de ensino, a Secretaria Estadual de Educação e também o Procon, para reclamações comerciais sobre as instituições.

Promotoria e prefeitura firmam acordo para recuperar área de preservação
Foi celebrado entre o MPE (Ministério Público Estadual) e a prefeitura de Campo Grande acordo para recomposição da vegetação nativa da área de preser...
Concurso recebe inscrições para 83 vagas técnico-administrativas
Seguem abertas as inscrições para o concurso que oferece 83 vagas para técnico-administrativos em Educação na UFMS (Universidade Federal de Mato Gros...
Vice-governadora visita projeto em que detentos reformam escolas
O projeto "Pintando e Revitalizando a Educação com Liberdade", desenvolvido pelo Poder Judiciário estadual, foi conhecido e elogiado na sexta-feira (...
Crianças do Vespasiano Martins recebem Papai Noel e ganham presentes
As crianças do loteamento Vespasiano Martins, na periferia de Campo Grande, receberam a visita especial do Papai Noel neste sábado (16). Foram distri...


eu gostaria de saber se a escola matricula criancas de dois anos
 
lucimar aparecida de souza lima em 19/02/2013 08:26:17
Eu não entendo meu filho faz engenharia mecênica na ucdb e paga RS 765, enquanto um aluno do ensino médio no colegio Dom Bosco chega a pagar RS 960,00; acho que eles não têm interesse em alunos da classe média se fosse uma mensalidade de no maximo uns RS 600,00, poderia colocar minha filha fazer o ensino médio num bom colegio. Deveria o terceiro grau ser mais caro do que o segundo grau;
 
Eleni Souza Lima em 04/12/2011 11:41:53
Moramos num país onde o salário minimo é de R$ 510,00, e os estudos na maioria das vezes ultrapassa este valor, aonde está o governo que não incentiva os estudos e controla esse cobrança abusiva dos colégios particulares, infelizmente o brasileiro também aceita tudo de bom grado, se fossemos um povo unido deixariamos de pagar estes colégios que cobram um absurdo na mensalidade, até que reduzissem a uma parcela razóavel, pagamos um dos impostos mais altos do mundo, e o retorno em educação é uma coisa ridicula, tudo neste país você tem que acabar pagando particular, educação, saúde, segurança, etc..
 
SIDNEY FUGISSE DE MOURA em 22/12/2010 09:07:18
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions