ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, QUARTA  22    CAMPO GRANDE 34º

Capital

Mesmo com chuva, prefeitura corre para fechar buracos pela cidade

Por Amanda Bogo e Christiane Reis | 21/12/2016 15:03
Trabalhadores fazem reparos na avenida Três Barras (Foto: Fernando Antunes)
Trabalhadores fazem reparos na avenida Três Barras (Foto: Fernando Antunes)

Faltando 10 dias para acabar o ano, a Prefeitura de Campo Grande tem feito os trabalhos de tapa buraco com urgência pelas ruas da Capital. Mesmo com o tempo chuvoso, as obras continuam sendo realizadas.

A instabilidade que atinge a cidade nesta quarta-feira (21), não foi problema para que os trabalhos na avenida Três Barras fossem feitos. Uma equipe com 12 profissionais está no local. Um funcionário que não quis ser identificado explicou que as atividades serão feitas enquanto não houver chuva até a segunda rotatória da via no sentido avenida Eduardo Elias Zahran/bairro, e que pelo acabamento da massa asfáltica ser feito com rolo compressor, não há risco do material ser levado com a possível chuva.

Para o vendedor Leonardo Domingues, 29 anos, que mora na região, o ideal seria recapear toda a via, e não apenas tapar os buracos. “Os carros caíam e quebravam quando tudo estava exposto. Na minha opinião, o que está sendo feito é obrigação, e embora tenha demorado é bom que esteja sendo feito”.

Para não ser levada com chuva, massa é compactada com rolo compressor (Foto: Fernando Antunes)
Para não ser levada com chuva, massa é compactada com rolo compressor (Foto: Fernando Antunes)

A aposentada Emilda Cintra de Oliveira, 61 anos, que reside na avenida Três Barras há 15 anos, compartilha da mesma opinião do vendedor. “É obrigação do município fazer o trabalho. Demorou para esta providência ser tomada. A buraqueira atrapalhou muito e causou acidentes”.

Morador do local há 30 anos, o engenheiro civil Maurício Magem, 64 anos, acredita que a sinalização no local deveria ser melhor. “Esta é uma via com tráfego intenso. Acredito que poderia ter melhor orientação, a sinalização está muito em cima”.

Buracos pela cidade - Cansados de esperar providências do poder público, campo-grandenses se uniram em grupos no Whatsapp para trocar informações com fotos sobre os locais que representam maiores risco na cidade.

A equipe do Campo Grande News esteve em alguns dos pontos que foram os principais focos de reclamações. Na avenida Mato Grosso, próximo a igreja Sagrado Coração, os buracos foram fechados na terça-feira (20), de acordo com a comerciante Edimé Aparecida Longo, 59 anos.

Buracos foram fechados na rotatória da avenida Via Park com avenida Mato Grosso (Foto: Fernando Antunes)
Buracos foram fechados na rotatória da avenida Via Park com avenida Mato Grosso (Foto: Fernando Antunes)

“Muitos carros caíam e ficavam com a roda amassada. O tempo estava fechado, mas não chovendo, então eles fecharam ontem. Foi bom tampar porque estava muito ruim, se bem que toda a cidade está esburacada”.

Os trabalhos também foram feitos ontem na rotatória da avenida Via Park com a avenida Mato Grosso. “Tanto deixar aberto quanto tampar é um transtorno, porque o asfalto fica com ondulações. Esse trabalho é uma medida paliativa, porque depois vai abrir de novo”, opinou a empresária Priscila Ribas, 30 anos.

No bairro Carandá Bosque, região onde moram os responsáveis pela criação grupo no WhatsApp, o problema não foi resolvido. Na rua Pedro Martins, esquina com a rua Diogo Bernardes, os galhos colocados na via pela população para sinalizar o risco aos motoristas continuam na mesma maneira.

“Percebi que atrapalha o pessoal porque eles sempre precisam desviar. Mas não sei de nenhum acidente e ninguém comentou nada sobre isso. Acredito que essa situação esteja assim há dois meses”, finalizou Francisca Severina da Silva, diarista de 59 anos.

Moradores colocaram galhos para sinalizar risco na via (Foto: Fernando Antunes)
Moradores colocaram galhos para sinalizar risco na via (Foto: Fernando Antunes)
Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário