A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

17/11/2011 17:17

Militar de 43 anos passa mal durante corrida e morre em Campo Grande

Marta Ferreira

Ele participada de teste de aptidão física no quartel da 9ª Região Militar, na avenida Duque de Caxias

O subtenente do Exército Wildson Câmara dos Santos, de 43 anos, morreu ontem, pela manhã, vítima de mal súbito durante teste de aptidão física, no quartel da 9ª Região Militar, em Campo Grande. Ele passou mal por volta das 8h, durante a corrida que faz parte do teste, foi socorrido e levado para o Hospital Militar, onde morreu.

Normalmente, são testes de 12 minutos de corrida, que servem para avaliar o condicionamento físico da pessoa. De acordo com informações da seção de Comunicação da 9ª Região Militar, à qual o militar estava vinculado, o o corpo de Wildson será levado para Natal, no Rio Grande do Norte, de onde ele era.

Conforme as informações, o Exército está providenciando as medidas de apoio aos familiares do subtenente, por meio do contato com as unidades militares de Natal.

Promotoria e prefeitura firmam acordo para recuperar área de preservação
Foi celebrado entre o MPE (Ministério Público Estadual) e a prefeitura de Campo Grande acordo para recomposição da vegetação nativa da área de preser...
Concurso recebe inscrições para 83 vagas técnico-administrativas
Seguem abertas as inscrições para o concurso que oferece 83 vagas para técnico-administrativos em Educação na UFMS (Universidade Federal de Mato Gros...
Vice-governadora visita projeto em que detentos reformam escolas
O projeto "Pintando e Revitalizando a Educação com Liberdade", desenvolvido pelo Poder Judiciário estadual, foi conhecido e elogiado na sexta-feira (...
Crianças do Vespasiano Martins recebem Papai Noel e ganham presentes
As crianças do loteamento Vespasiano Martins, na periferia de Campo Grande, receberam a visita especial do Papai Noel neste sábado (16). Foram distri...


É muito fácil colocar a culpa em alguém, são vários os motivos que podem levar uma pessoa a ter um mal súbito durante teste de aptidão física: a idade, a alimentação, vícios, stresses, uma noite mal dormida, níveis altos de colesterol, gordura no sangue, pressão alta ou muito baixa, bebida ou cigarro, enfim, infelizmente todos teremos que partir um dia, é por isso que devemos está preparados.
 
claudia siqueira em 24/01/2012 09:37:28
o sr, paulo arruda esta equivocado ao tecer um comentário sobre sobre algo que desconhece,para que vossa senhoria fique mais atualisado e evite de ser exposto ao ridiculo com suposições,todos pms da ativa são submetidos de 6 em 6meses ao teste de aptidões fisicas,ambos passam antes dos testes,por cardiologistas que atestam atraves de laudos,se o policial esta apto ou não .
 
francisco da silva em 18/11/2011 08:25:41
não qual policia que tem medicos a disposição, "cardiologista", ou alguma ambulancia durante o taf ou ate pessoas qualificadas com curso necessario para tal, a do mato grosso do sul que eu saiba não, so se for apenas de campo grande.
 
jucinei pereira em 18/11/2011 05:16:07
se a PM nao faz exercicios adequados imagine a policia civil,o q vemos é policiais bem acima do peso.....
 
david lucas em 17/11/2011 11:24:49
Será que havia um DEA ou desfibrilador na ambulância de prevenção do teste de aptidão?
Isto pode salvar vidas em uma PCR.
Parece que a ambulância era tão obsoleta que falhou 3x o motor antes de sair do local...
 
Juliana Silva em 17/11/2011 10:32:01
Sinto muito o ocorrido, fico preocupado, pois se isso acontece com militar do exercito, que não faz outra coisa a não ser praticar atividade fisica diariamente. Imagina o risco que os PMs de MS não correm, homens de idade e sem preparo nenhum. Pense nisso Cel David...
 
Paulo Arruda em 17/11/2011 07:19:52
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions