ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
ABRIL, DOMINGO  21    CAMPO GRANDE 24º

Capital

Ministério suspeitava de funcionamento de Gisa em postos de saúde

Edivaldo Bitencourt e Leonardo Rocha | 31/10/2013 13:16

O Ministério da Saúde enviou uma equipe técnica para apurar o funcionamento do Gisa (Gerenciamento de Informações em Saúde) porque suspeitava que o programa, que tem até o agendamento de consultas por telefone, não funcionava. A informação foi repassada, no final da manhã de hoje (31), aos deputados da CPI da Saúde da Assembleia Legislativa.

Segundo o presidente da comissão, deputado estadual Amarildo Cruz (PT), a vistoria começou ontem e segue até segunda-feira em todas as unidades básicas de saúde que contam com o programa. O objetivo é apurar se o sistema, que custou quase R$ 10 milhões, está funcionando.

A CPI da Saúde prometeu repassar todas as informações já apuradas sobre o programa. Os técnicos prometeram concluir a vistoria na segunda-feira e apresentar um relatório sobre as irregularidades.

Ontem, os técnicos estiveram reunidos com o prefeito Alcides Bernal (PP), que prometeu disponbilizar todas as informações solicitadas.

O Gisa está causando polêmcia entre o prefeito e a oposição. Bernal acusa o programa de ser ineficiente e pretende contratar um novo sistema para agilizar o atendimento na rede pública de saúde.

Os ex-secretários municipais de Saúde, Leandro Mazina e Luiz Henrique Mandetta, garantem que não há irregularidade e o sistema só não funciona por falta de vontade política do atual prefeito.

Nos siga no Google Notícias