A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 20 de Setembro de 2018

31/10/2013 13:16

Ministério suspeitava de funcionamento de Gisa em postos de saúde

Edivaldo Bitencourt e Leonardo Rocha

O Ministério da Saúde enviou uma equipe técnica para apurar o funcionamento do Gisa (Gerenciamento de Informações em Saúde) porque suspeitava que o programa, que tem até o agendamento de consultas por telefone, não funcionava. A informação foi repassada, no final da manhã de hoje (31), aos deputados da CPI da Saúde da Assembleia Legislativa.

Segundo o presidente da comissão, deputado estadual Amarildo Cruz (PT), a vistoria começou ontem e segue até segunda-feira em todas as unidades básicas de saúde que contam com o programa. O objetivo é apurar se o sistema, que custou quase R$ 10 milhões, está funcionando.

A CPI da Saúde prometeu repassar todas as informações já apuradas sobre o programa. Os técnicos prometeram concluir a vistoria na segunda-feira e apresentar um relatório sobre as irregularidades.

Ontem, os técnicos estiveram reunidos com o prefeito Alcides Bernal (PP), que prometeu disponbilizar todas as informações solicitadas.

O Gisa está causando polêmcia entre o prefeito e a oposição. Bernal acusa o programa de ser ineficiente e pretende contratar um novo sistema para agilizar o atendimento na rede pública de saúde

Os ex-secretários municipais de Saúde, Leandro Mazina e Luiz Henrique Mandetta, garantem que não há irregularidade e o sistema só não funciona por falta de vontade política do atual prefeito.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions