A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

05/06/2013 09:56

Ministro convoca mais 100 homens da PF, mas diz que ordem é "diálogo"

Luciana Brazil e Evelyn Souza
Ministro desembarca em Campo Grande e sobrevoa áreas em conflito. (Foto:Marcos Ermínio)Ministro desembarca em Campo Grande e sobrevoa áreas em conflito. (Foto:Marcos Ermínio)

Na chegada a Campo Grande, na manhã desta quarta-feira, o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, afirmou que a orientação da presidente Dilma Rousseff (PT) é manter o diálogo entre fazendeiros e produtores na área de conflito em Sidrolândia, a 71 km de Campo Grande.

O ministro está, nesse momento, sobrevoando a área, juntamente com o governador André Pucinelli (PMDB) e o secretário de Justiça e Segurança Pública, Wantuir Jacini, e com o superintendente da Polícia Federal, o delegado Edgar Marcon.

Os quatro decolaram da Base Aérea em um helicóptero do Exército.

O ministro pousou na Capital, por volta das 8h40, em um jato militar. Minutos antes, homens da Força Nacional desembarcaram na cidade para atuar na segurança das regiões em conflito.

Além da Força Nacional, mais 100 policiais federais de várias regiões do Estado foram convocados para atuar na região de Sidrolândia, segundo o ministro da Justiça.

José Cardozo frisou que os dois lados serão atendidos. “Vamos dialogar, negociar e conversar para que mais pessoas não sejam mortas”.

Ele reafirmou o que o governador André Puccinelli já havia dito hoje pela manhã. "Vamos ouvir indígenas e produtores e tudo será resolvido com base na constituição. A lei será cumprida".

Às 11 horas, o ministro vai conversar com a imprensa na Governadoria. Já os índios seguem para a Base Aérea, para tentar uma conversa com Cardozo.

Promotoria e prefeitura firmam acordo para recuperar área de preservação
Foi celebrado entre o MPE (Ministério Público Estadual) e a prefeitura de Campo Grande acordo para recomposição da vegetação nativa da área de preser...
Concurso recebe inscrições para 83 vagas técnico-administrativas
Seguem abertas as inscrições para o concurso que oferece 83 vagas para técnico-administrativos em Educação na UFMS (Universidade Federal de Mato Gros...


Enquanto a Uniao ficar com jogo de empurra, a situaçao vai ser esta. Chegou a hora de dar a Cesar o que de Cesar e a Deus o que e de Deus. Se no estudo que fizeram entenderam que a terra e dos indios, porque ja nao entrega de uma vez, tem primeiro que matar alguns para depois entregar?
 
ANTONIO JOSE em 05/06/2013 11:19:01
Concordo com o Marcelo. Precisou morrer pessoas para que houvesse essa mobilização toda. Só espero que seja efetiva!!
 
Ronaldo Pissurno em 05/06/2013 11:09:56
A união sabe (sempre soube), o que precisa fazer no entanto se mantém inerte e só agora depois dessa confusão busca o "entendimento" entre as partes...coisas de "brasil"...
 
Marcelo Mendes em 05/06/2013 10:48:58
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions