A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 20 de Setembro de 2018

31/05/2018 16:19

Missa de Corpus Christi atrai família inteira, até quem ainda está na barriga

Celebração também atraiu moradores do interior, que participam pela primeira vez da missa e procissão na Capital

Danielle Valentim e Anahi Gurgel
A família do Estrela do Sul, frequenta a Igreja Nossa Senhora Auxiliadora, no Jardim Imperial. (Foto: Anahi Gurgel)A família do Estrela do Sul, frequenta a Igreja Nossa Senhora Auxiliadora, no Jardim Imperial. (Foto: Anahi Gurgel)

Centenas de famílias, com cadeiras e muita água para se hidratar, participam da celebração de Corpus Christi em Campo Grande. Famílias de bairros da Capital e do interior do Estado reforçam a fé com misto de arte estampada nos tapetes montados desde a madrugada. Neste ano, a Arquidiocese de Campo Grande completa 60 anos de catequização.

Ieda Andrade Moreira, de 72 anos, participa do evento pela primeira vez em Campo Grande. (Foto: Saul Schramm)Ieda Andrade Moreira, de 72 anos, participa do evento pela primeira vez em Campo Grande. (Foto: Saul Schramm)

Acompanhada da neta, filha e genro, a aposentada Ieda Andrade Moreira, de 72 anos, participa do evento pela primeira vez em Campo Grande. "Estou achando tudo muito lindo e cheguei mais cedo para aproveitar a missa e a procissão ao lado da família", disse.

A família da gestante, Valdirene Cardoso Miranda Nunes, de 38 anos, saiu do Bairro Estrela do Sul para acompanhar a celebração no Centro. De próposito, a família, que frequenta a Igreja Nossa Senhora Auxiliadora, no Jardim Imperial, estacionou na Dom Aquino para prestigiar os tapetes espalhados pelos quarteirões.

"Sempre que a gente pode acompanha a missa e a procissão, inclusive, vir até aqui nos deixa aproveitar a celebração e a arte, com o produção do tapete", disse.

Valdirene ressalta que sempre aprendeu com a mãe e, hoje, quer ensinar os filhos. "Esses ensinamentos sempre foram passados de mãe para filha, minha filha já está na catequese e com certeza ensinarei o que ainda está barriga", disse.

Katiuscia carrega, nesta tarde, o sentimento de fé renovada. (Foto: Anahi Gurgel)Katiuscia carrega, nesta tarde, o sentimento de fé renovada. (Foto: Anahi Gurgel)
A empresária chegou cedo para ajudar nos tapetes. (Foto: Anahi Gurgel)A empresária chegou cedo para ajudar nos tapetes. (Foto: Anahi Gurgel)

Com tatuagens de cruz e Nossa Senhora no punho, a empresária Katiuscia Onori Olivo, de 37 anos, carrega, nesta tarde, o sentimento de fé renovada. Como campista, sempre está envolvida em eventos da igreja, e chegou cedo para ajudar nos tapetes.

"Sinto um domínio da fé muito grande tomando conta de todos. A celebração reúne todas as igrejas e é um reforço da fé", disse.

No ano passado, a missa e procissão reuniu cerca de 20 mil, nesta tarde ainda não há confirmação da contagem. A missa começou às 15h ao longo da Rua 14 de Julho, em uma procissão da Avenida Mato Grosso à Avenida Fernando Correa da Costa.

Ao fundo o arcebispo Dom Dimas Lara celebra a missa. (Foto: Saul Schramm)Ao fundo o arcebispo Dom Dimas Lara celebra a missa. (Foto: Saul Schramm)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions