A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

14/12/2015 12:58

Montados há quatro dias, hospitais de campanha ainda não funcionam

Flávio Paes
No Vila Almeidas, tendas tiveram de ser remontadas (Foto:Fernando Antunes)No Vila Almeidas, tendas tiveram de ser remontadas (Foto:Fernando Antunes)
Hospital de Campanha ainda não está pronto para receber pacientes (Foto:Fernando Antunes)Hospital de Campanha ainda não está pronto para receber pacientes (Foto:Fernando Antunes)

Os dois hospitais de campanha que a Prefeitura emprestou do Exército e foram montados há quatro dias nas UPAS (Unidades de Pronto Atendimento) da Vila Almeida e Universitária, ainda não estão condições de receber pacientes com sintomas da dengue.

Faltam banheiros químicos, rampas de acesso e no Vila Almeida, na manhã desta segunda-feira, funcionários de uma empresa terceirizada estavam remontando a tenda que serviria de recepção dos leitos. No sábado passado quase foi arrancada pelo vendaval.

Segundo os funcionários das UPAS até agora não tem havido uma demanda que justifique a utilização dos 20 leitos disponíveis em cada uma dos hospitais improvisados.

Na Vila Almeida, por exemplo, onde há 21 leitos, os pacientes ficam sob observação, para estabilização ou tomarem soro (que é o procedimento recomendado no caso daqueles com sintomas da dengue).

Na Universitária, a situação é parecida, o movimento é intenso, muito mais em função da ativação do serviço pediatria (há dois pediatras de dia e cinco a noite) desde o fechamento do Centro Municipal Pediatria, no Centro da cidade.

O secretário de Saúde, Ivandro Fonseca, acredita que as medidas de prevenção adotadas até aqui, estão contribuindo para reduzir o número de notificações, trazendo em consequência reflexos na procura dos postos.

Nos primeiros 12 dias de dezembro foram feitas 1.135 notificações de dengue, uma média de 94 por dia. Houve queda de 26%, em relação a igual período de novembro, quando a média chegou a 119 (1.437 notificações).

"Em parceria com o Exército já recolhemos 9 toneladas de pneus. Neste sábado foi feito um mutirão de limpeza na Moreninha. Só uma das casas retiramos um caminhão carregado de lixo", explica o secretário.

Ele lembra que a borrifação está sendo feita por 14 equipamentos para quebrar o ciclo de reprodução do Aedes aegypt, o mosquito transmissor da dengue, do zika vírus e da Febre Chikungunya.

Eventos de Natal, inauguração de igreja e obras interditam 9 ruas na Capital
A Agetran (Agência Municial de Transporte e Trânsito) informa que pelo menos 9 ruas terão o tráfego impedido neste domingo (17) em Campo Grande. O fe...
Bandidos armados com faca usam carro prata para assaltar vítimas
Dois homens armados com faca em um carro prata - com placas HTI-8594 - assaltaram ao menos duas vítimas, na madrugada deste domingo (17), no Bairro C...
Promotoria e prefeitura firmam acordo para recuperar área de preservação
Foi celebrado entre o MPE (Ministério Público Estadual) e a prefeitura de Campo Grande acordo para recomposição da vegetação nativa da área de preser...
Concurso recebe inscrições para 83 vagas técnico-administrativas
Seguem abertas as inscrições para o concurso que oferece 83 vagas para técnico-administrativos em Educação na UFMS (Universidade Federal de Mato Gros...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions