ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SEGUNDA  18    CAMPO GRANDE 22º

Capital

Moradores reclamam de onda de furto em residencial com 230 casas

Por Viviane Oliveira | 08/12/2013 08:39
A maioria das casas ainda não tem muro, o que facilita a entrada dos bandidos. (Foto: Cleber Gellio)
A maioria das casas ainda não tem muro, o que facilita a entrada dos bandidos. (Foto: Cleber Gellio)

Os moradores do residencial Terra Morena, na região do bairro Los Angeles, em Campo Grande, reclamam da grande quantidade de furtos no local. Segundo eles, por falta de policiamento a região passou a ser alvo dos bandidos.

O residencial, que fica atrás do Estádio do Ceni, é aberto e tem cerca de 230 casas de um total de 754, que ainda estão em fase de construção. Uma jovem, que pediu para não ser identificada, conta que mora há 9 meses no local e já foi vítima de furto.

Os ladrões arrombaram o miolo da fechadura, entraram na casa e roubaram uma televisão de 39 polegadas e um play station. “Queremos mais segurança, pois o bairro é novo, no entanto os bandidos já descobriram e estão agindo constantemente”, diz, acrescentando que pelo menos uma vez por semana tem registro de furto no residencial.

Para evitar a visita do ladrão, uma parte dos moradores paga segurança particular, mas o guarda cuida das residências durante a noite. “Os ladrões ficam cuidando as casas para agirem no momento certo”, diz o vigilante Fábio Lopes, 35 anos.

Ele mora no condomínio há 1 ano e diz que evita deixar a residência sozinha para evitar uma surpresa desagradável. “De dia eu cuido da casa e minha esposa trabalha a noite eu trabalho e ela cuida”, conta o vigilante.

Como as casas são novas, a maioria ainda não é murada o que facilita ainda mais a entrada dos bandidos. “Infelizmente estamos sem policiamento. Vi uma viatura passando aqui só no dia do furto”, reclama João Batista Lemes da Silva, 45anos, que mora na Rua Cândido de Castro Rondon.

O capital da Polícia Militar Eduardo Lane, responsável pela área do 10º Batalhão, que faz o policiamento na região, disse que foram informados da onda de furtos no residencial e que a Polícia já está monitorando o residencial. “Vamos trabalhar no sentido de diminuir o índice de furto no local”, garante.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário