A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

16/10/2014 10:20

Moradores sofrem com falta de água e ficam até sem banho em calor de 40ºC

Aliny Mary Dias
Antônio armazena água em tambor e às vezes sogro fica sem água (Foto: Marcelo Calazans)Antônio armazena água em tambor e às vezes sogro fica sem água (Foto: Marcelo Calazans)

Há pelo menos uma semana, moradores do condomínio Silvestre III, no bairro Nova Lima, em Campo Grande, sofrem com a falta de água durante a tarde, período em que o calor tem ultrapassado os 40ºC.

O problema que já faz parte da rotina recente das famílias é driblado com estoque de água e combate ao desperdício. O residencial foi construído pela Caixa Econômica Federal e é fechado. O problema é tão grande para algumas famílias que alguns moradores ficam sem banho até a volta do abastecimento.

Aos 60 anos, Antônio dos Reis vive dias de preocupação. Ele vive na casa com a mulher, dois filhos e em um anexo à residência vive o sogro, que tem 95 anos e é acamado. O grande problema da família é que a edícula onde o idoso vive não tem caixa d'água e, por isso, toda a água usada na residência depende exclusivamente do abastecimento na concessionária.

“A gente tem passado por muito aperto, eu já perdi as contas de quantos dias não podemos dar banho no meu sogro porque não tinha água. É sempre assim, depois do almoço acaba e só volta no fim da noite ou na madrugada”, conta Antônio.

Em todas as casas o problema bate à porta às 13 horas, quando as mangueiras e torneiras secam. Em alguns dias o abastecimento volta à meia-noite e em outros só na madrugada. Para driblar a falta de água durante a tarde, Antônio tem armazenado água em um tambor com capacidade para 50 litros.

Tanque também serve para estocar água no bairro (Foto: Marcelo Calazans)Tanque também serve para estocar água no bairro (Foto: Marcelo Calazans)
Problema começou há uma semana e deve ser normalizado hoje (Foto: Marcelo Calazans)Problema começou há uma semana e deve ser normalizado hoje (Foto: Marcelo Calazans)

“Eu estou fazendo reforma aqui em casa e só trabalho até a água do tambor acabar, quando não tem mais eu paro e esperamos a água voltar”, completa.

Outra moradores que tem passado as tardes e noites sem água é a dona de casa Jennytha Alexandra, 26 anos. Com o problema frequente, o combate ao desperdício tem sido a saída. “Moro com meu marido e nosso filho e a caixa dá conta do que usamos em um dia, mas eu evito desperdiçar e lavar o quintal, por exemplo”.

Leila Cavaga, 39 anos, vive no residencial desde que ele foi inaugurado, há 8 anos, e há uma semana tem ficado sem água a partir das 13 horas. “De uma hora para outra ela acaba e só volta de madrugada, não é fácil, ainda mais esse calorão”, conta.

À reportagem, a assessoria de imprensa da Águas Guariroba informou que o problema ocorre há uma semana em razão de um defeito em uma das bombas que fica no Jardim Novos Estados. Por volta das 14 horas de ontem (15), a bomba foi substituída e a expectativa e que nesta quinta-feira a falta de água não volte a acontecer.

Durante discussão, adolescente de 17 anos é esfaqueado pelo amigo
Um jovem de 17 anos foi levado em estado grave para a Santa Casa após ser esfaqueado na noite deste sábado, na frente da casa em que mora no Bairro G...
Após furtar obra, ladrão é capturado por moradores e ferido a tiros
Marcio Estacio Duarte Teixeira, de 31 anos, foi socorrido a Santa Casa de Campo Grande após ser atingido por dois tiros na madrugada deste domingo (1...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions