A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 19 de Outubro de 2019

10/01/2019 12:26

Morte de homem achado estrangulado foi premeditada, diz polícia

Delegado à frente do caso descartou hipóteses de crime passional e latrocínio. Adolescente de 17 anos foi encontrado degolado no Jardim das Hortênsias, em Campo Grande

Izabela Sanchez e Bruna Pasche
Corpo do jovem degolado, encontrado no dia 8, é levado pela polícia (Foto: Henrique Kawaminami)Corpo do jovem degolado, encontrado no dia 8, é levado pela polícia (Foto: Henrique Kawaminami)

Degolado, o corpo do adolescente Tiago da Silva de Jesus, 17, foi encontrado na manhã do dia 8, na Rua Onze Horas, no Jardim das Hortênsias, em Campo Grande. Ainda sem solução, duas linhas de investigação do caso, apurado no âmbito da 5ª DP (Delegacia de Polícia), foram descartadas pela Polícia Civil. Agora, a polícia acredita que o jovem tenha sido executado.

Delegado à frente da investigação, Ricardo Meireles afirma que duas das suspeitas iniciais – crime passional ou latrocínio, o roubo seguido de morte – foram abandonadas, por não apresentações indícios consistentes. Na manhã desta quinta-feira (10), investigadores estavam em diligências em busca de suspeitos.

“Nós já descartamos algumas linhas de investigação como crime passional e latrocínio. Pelas investigações, não se trata de estar no lugar errado, na hora errada. Eles foram para matar ele”, declarou o delegado.

Tiago da Silva de Jesus, de 17 anos (Foto: Reprodução/Facebook)Tiago da Silva de Jesus, de 17 anos (Foto: Reprodução/Facebook)

Meireles ainda explica que o corte encontrado na nuca indica que mais de uma pessoa esteja envolvida no crime. Outra constatação das investigações é que Tiago não foi morto no local onde o corpo foi encontrado e sim desovado, para atrapalhar as investigações, na avaliação do delegado. O celular do adolescente também não foi encontrado.

Caso – O corpo foi encontrado atrás de um carro velho, na calçada do muro da Escola Municipal Irene Szukala. Segundo o delegado Danilo Mansur, a vítima foi morta estrangulada e tinha uma lesão profunda na nuca. O rapaz teve a morte divulgada no próprio Facebook horas depois que o corpo foi achado.

A matéria do Campo Grande News, que divulgava o crime, foi compartilhada no perfil de Tiago às 13h02 do dia 8, poucas horas depois do corpo ser encontrado. A mesma notícia foi enviada a irmã do adolescente por messenger, junto com o aviso para que a família buscasse o corpo dele na Capital de Mato Grosso do Sul.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions